Abas primárias

Mr Gay World #2016

Eventos - Salvador, BA
kicks
Arrecadados da meta de R$20.000,00
Encerrado!
Campanha flexível

Esta campanha recebeu todos os fundos arrecadados até 13/04/2016.

Recompensas

  • R$800,00

    FDS em Floripa ALL INCLUSIVE
    Quer passar o final de semana ALL INCLUSIVE em uma maravilhosa pousada em Florianópolis (SC)?! *Não estão inclusos despesas de transporte.
    Restam 2 kicks.
    Entrega estimada em 15/04/2016

  • R$50,00

    Camisa #TeamRafaelFagundes
    Camisa personalizada #TeamRafaelFagundes com foto
    4 pessoas kickaram.
    Restam 96 kicks.
    Entrega estimada em 15/04/2016

  • R$400,00

    Jantar com Rafael Fagundes
    Vamos jantar em um maravilhoso Restaurante no Rio de Janeiro?! *Não inclui despesas de transporte
    Restam 2 kicks.
    Entrega estimada em 15/04/2016

  • R$150,00

    5 camisas #TeamRafaelFagundes + 1 poster autografado
    5 camisa personalizadas #TeamRafaelFagundes com foto para torcer com a galera!
    Restam 100 kicks.
    Entrega estimada em 15/04/2016

Um soteropolitano está na disputa pela faixa de homem gay mais bonito do mundo. O gato é o Rafael Fagundes, tem 30 anos, 1.90m e 86 kg. Entre os dias 19 e 23 de Abril ele estará na ilha de Malta(Itália) para a disputa com outros homens pela coroa de mais belo dos belos. Já estamos na torcida.

Na torcida pelo rapaz, estará um alguém muito especial. Rafael é pai de um garoto de nove anos que conheceu nas ruas da Boca do Rio, bairro humilde de Salvador onde morou e sua família está.

“Eu sempre ia em uma barraca que vendia doces, lanche e todo dia via aquela criança de dois anos e meio correndo pra cima e pra baixo atrás de outras crianças mais velhas. Ele sempre acabava perdendo a corrida e ficava para trás. Eu o via resmungando e fiquei intrigado com a idade e inteligência dele”, contou.

Rafael foi procurar saber quem era o menino, quem eram seus pais. Através de um amigo, ficou sabendo que o garoto estava em condição de vulnerabilidade: pai desconhecido e a mãe debilitada, internada em um hospital público.

“Esse meu amigo, primo dele, me explicou que a mãe estava com tuberculose e era portadora do vírus HIV. O pai, ninguém sabia onde estava. Eu fui então me aproximando e houve uma conquista mútua. Quando vimos, já estávamos morando juntos e ele me chamando de pai”.

A mãe do garoto morreu um ano depois de Rafael adotá-lo.

Sexualidade

O menino deu uma resposta madura como a de uma criança quando soube, aos 4 anos de idade, a orientação sexual do papai. “Ele olhou pra minha cara e disse, “pai, eu não me importo”.

Os dois já moraram juntos em Dublin e em Zurique, onde Rafael viveu com um ex-namorado. “Eu lembro que ele via os gays, via os punks, e sempre me perguntava o que era. Eu fui explicando para ele o conceito que sempre defendi, que é o de você deve ser quem você quiser, mas respeitando a todos e não ferindo o outro, o seu direito de expressão”.

Se receber a faixa de Mr. Gay World, Rafael pretende usar da notoriedade que conquistar para defender o direito de LGBTS formar uma família. “Quero levar adiante e encorajar a comunidade que eu represento. Dizer que eles podem sim formar uma família e ter seus direitos civis garantidos como qualquer cidadão”.


A hora é agora! Contribua com
Mr Gay World #2016

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook | Instagram

Conheça quem está a frente desta campanha

Thyza Ferreira
  Thyza Ferreira
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.