Abas primárias

Ameríndios do Brasil

Fotografia - São Paulo, SP
kicks
Arrecadados da meta de R$35.000,00
Encerrado!
Campanha flexível

Esta campanha recebeu todos os fundos arrecadados até 11/09/2015.

Recompensas

  • R$35,00

    Ameríndios do Brasil
    Este cordel em formato 100x150mm impresso em 4 cores vai mostrar os resultados da expedição em textos e fotografias. Os colaboradores receberam esta recompensa no final da expedição como forma de agradecimento pela contribuição para a realização deste trabalho. Será feita uma única tiragem de 3000 mil exemplares numerados para esta campanha.
    40 pessoas kickaram.
    Restam 2960 kicks.
    Entrega estimada em 10/03/2015

  • R$100,00

    O pequeno Matsé
    Fotografia em tamanho aproximado de 18x24 cm para quem contribuir com R$100,00 Fotografia em tamanho aproximado de 30x40 cm para quem contribuir com R$200,00 Fotografia em tamanho aproximado de 40x60 cm para quem contribuir com R$500,00
    6 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 22/11/2015

  • R$100,00

    Krahô os Filhos da Terra
    Fotografia em tamanho aproximado de 18x24 cm para quem contribuir com R$100,00 Fotografia em tamanho aproximado de 30x40 cm para quem contribuir com R$200,00 Fotografia em tamanho aproximado de 40x60 cm para quem contribuir com R$500,00
    5 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 22/11/2015

  • R$1.000,00

    Escolha sua fotografia
    Você poderá escolher qualquer fotografia do acervo de Renato Soares Fotografia em tamanho aproximado de 40x60cm impressas em papel de algodão fineart.
    Entrega estimada em 22/11/2015

  • R$10.000,00

    Expedição Timbira
    Faça parte da equipe durante 7 dias em uma das aldeias que vamos visitar nesta primeira fase do projeto Ameríndios do Brasil. Aquele que contribuir com o valor de R$10.000,00 vai ter o privilégio de embarcar nesta aventura de registrar nossas etnias e com aulas dirigidas pelo fotógrafo Renato Soares. Apenas 3 vagas.
    Restam 3 kicks.
    Entrega estimada em 22/11/2015

  • R$35,00

    1˚ Etapa - Expedição Curt Nimuendaju - No Caminho dos Timbiras - Sorteio
    Todos os participantes estarão concorrendo a uma impressão digital em papel 100% algodão Photo Rag 308 gsm Hahnemühle de formato 100x70 cm.
    Uma pessoa kickou.
    ESGOTADO! Todos os kicks foram adquiridos.
    Entrega estimada em 28/11/2015

Ameríndios do Brasil é o registro fotográfico da diversidade das várias nações indígenas e sua cultura diante da civilização conquistadora. Trata-se do resgate, através da imagem, desse personagem que se encontra enraizado em nossa alma. Seus rituais que atravessaram o tempo e suas histórias que nos levam a um mundo nunca antes imaginado.

Percorrendo todo o Território Nacional, vamos entrar no universo fascinante da diversidade étnica brasileira. São mais de 300 tribos espalhadas por todo o País. Dos registros nas cavernas, os primeiros habitantes que aqui chegaram deixaram para a posteridade seus ícones. A caça e a pesca, suas festas em danças circulares, sua visão de um mundo ainda a ser descoberto, foram cuidadosamente gravados nas paredes do tempo.

O trabalho consiste numa documentação fotográfica sistemática de toda a População Indígena no Brasil neste início de século; como fizeram os pesquisadores e naturalistas, Hercule Florence e Visconde de Taunay, na expedição do Barão de Langsdorf; Carl Friedrich Philipp von Martius; Alexandre Rodrigues Ferreira e sua Viagem Filosófica sobre a Amazônia, entre outros.

Ameríndios do Brasil busca resgatar o que temos de melhor de nossa cultura ancestral. O trabalho visa a criação e a construção de um grande acervo etnográfico brasileiro jamais fotografado. Dessa forma, registramos para a atualidade e o futuro o que são os povos originais brasileiros.

O acervo terá várias utilizações e será dirigido à educação de diversas maneiras: livros didáticos e paradidáticos, livros de arte, editoriais, palestras e conferências interativas, ações institucionais, exposições fotográficas, produções audiovisuais, tecnologias virtuais e outras mídias.

Em respeito às comunidades indígenas fotografadas, os produtos que daremos em agradecimento aos colaboradores da campanha, não podem ter uso comercial, são fotografias, livros, e outros que serão usados como recordações, um prêmio exclusivo e especial em resposta à sua generosidade.

O projeto Ameríndios do Brasil será dividido em etapas. 

1˚ Etapa - Expedição Curt Nimuendaju - No Caminho dos Timbiras

Nesta primeira etapa vamos sair de carro de São Paulo rumo ao estado do Tocantins. lá iremos nós encontrar com os Krahô, um dos membros da grande familia Timbira, dando inicio a viagem. (Os Krahô são amigos de muitos anos do Renato Soares. Em 1995 lançamos o livro "Krahô - Os filhos da Terra". Parte dos livros foram doados para a comunidade que usou os recursos para a compra de veiculo para trabalhos de saúde nas aldeias. ) 

Os Timbira estão divididos em sete grupos sendo eles: Apanyekrá. Apinayé, Canela, Gavião do Oeste, Krahô, Krinkati e Pukobyê. Se encontram entre o Norte do Tocantins, Sul do Maranhão e Leste do Pará. Do encontro com os índios Krahô, vai se juntar a equipe um índio escolhido pela comunidade e este será nosso guia na visita as outras aldeias Timbira.

A cultura Timbira baseia-se em uma intrincada rede de parentescos e na existência dessas duas metades que se complementam. A metade á qual o indivíduo pertence esta ligada ao nome que recebe ao nascer. O nome rege também inúmeras funções sociais, além de indicar toda sua arvore genealógica. O ideal da sociedade Timbira é que as metades que regem a vida, Katam´jê e Wakm´jê estejam sempre em equilíbrio. O Katam´jê é o partido das chuvas e o Wakm´jê o partido das secas. Eles governam as aldeias em suas respectivas épocas. Katam´jê esta ligado ao verde ao úmido, a escuridão ao frio e ao poente. O Wakm´jê esta ligado ao verão e ao sol. É aquele que rege a luz do nascente. Assim, o ideal das nações Timbira é que as duas metades se complementem dando equilíbrio a vida. Put o Sol e Put´roré a Lua.

Da saída ao retorno, temos a previsão de 3 meses de trabalho contínuo.

 

Colaborações:

* Todos os colaboradores vão receber o livreto de cordel indígena  

                                 "Ameríndios do Brasil - Os Timbira".                      

Este cordel em formato 100x150mm impresso em 4 cores vai mostrar os resultados da expedição em textos e fotografias. Os colaboradores receberam esta recompensa no final da expedição como forma de agradecimento pela contribuição  para a realização deste trabalho. Será feita uma única tiragem de 3000 mil exemplares numerados para esta campanha.

O valor minimo dá direito a recompensa do cordel indígena "Ameríndios do Brasil - Os Timbira" - R$35,00  

 

Aquisição de impressões fotográficas

Para receber fotografias com a qualidade de fineart impressas em Papel  Canson Rag Photoraphique 310g (100% algodão, liso, branco natural), faça sua escolha e envie uma mensagem com o nome da foto, tamanho e valor da contribuição. 

Criança Matsé

O pequeno Matsé - Fotografia em tamanho aproximado de 18x24 cm para quem contribuir com R$100,00

O pequeno Matsé - Fotografia em tamanho aproximado de 30x40 cm para quem contribuir com R$200,00

O pequeno Matsé - Fotografia em tamanho aproximado de 40x60 cm para quem contribuir com R$500,00

 

 

* Todos os colaboradores vão receber um livreto de cordel indígena "Ameríndios do Brasil - Os Timbira"

Noite de estrelas na aldeia - Fotografia em tamanho aproximado de 18x24 cm para quem contribuir com R$100,00

Noite de estrelas na aldeia  - Fotografia em tamanho aproximado de 30x40 cm para quem contribuir com R$200,00

Noite de estrelas na aldeia  - Fotografia em tamanho aproximado de 40x60 cm para quem contribuir com R$500,00

 

 

* Todos os colaboradores vão receber um livreto de cordel indígena "Ameríndios do Brasil - Os Timbira"

 A casa Xinguana - Fotografia em tamanho aproximado de 18x24 cm para quem contribuir com R$100,00

A casa Xinguana - Fotografia em tamanho aproximado de 30x40 cm para quem contribuir com R$200,00

A casa Xinguana - Fotografia em tamanho aproximado de 40x60 cm para quem contribuir com R$500,00

 

 

* Todos os colaboradores vão receber um livreto de cordel indígena "Ameríndios do Brasil - Os Timbira"

Caixa com exposição Ameríndios do Brasil - Receba 20 fotografias em tamanho aproximado de 30x40 para quem contribuir com R$5.000,00

 

Para participar da expedição -  Faça parte da equipe durante 7 dias em uma das aldeias que vamos visitar nesta primeira fase do projeto Ameríndios do Brasil. Aquele que contribuir com o valor de R$10.000,00 vai ter o privilégio de embarcar nesta aventura de registrar nossas etnias. Apenas 3 vagas.

   

 

 

 

“Já são mais de 20 anos de mergulho no universo indígena e serão necessários pelo menos mais 10, quem sabe 20 anos, para esquadrinhar e revelar a diversidade étnica dos povos originários do Brasil. Quero mostrar rostos, valorizar culturas, respeitar identidades, dar visibilidade a estes brasileiros que o Brasil nõa conhece. "Quem não é visto corre o risco de ser esquecido!”

"Sou fotógrafo e documentarista da arte e cultura brasileira e retratar as 275 nações indígenas espalhadas em todo o território nacional passou a ser uma missão em minha vida. Nossa divida para com os índios não tem preço mas o que quero mostrar não snao seus problemas mas sim suas virtudes, a generosidade dos encantos das populações tradicionais."

Sim, o projeto Ameríndios do Brasil é um trabalho ambicioso, quase uma epopeia, que consiste na documentação sistemática da rica diversidade étnica brasileira neste início de século 21, como fizeram a seu tempo os pesquisadores e naturalistas Hercule Florence e Visconde de Taunay, na Expedição Barão de Langsdorf; o médico e botânico Carl Friedrich Philipp von Martius; e Alexandre Rodrigues Ferreira, em sua Viagem Filosófica sobre a Amazônia. Um trabalho que exige fôlego e competência, além de intimidade e respeito para com os povos retratados.

Isto Renato Soares provou ter ao longo dos mais de 25 anos de estrada e das incontáveis temporadas que passou em territórios indígenas, participando das atividades cotidianas e rituais nas aldeias.

Renato Soares já possui um generoso mapeamento fotográfico de tribos do Alto Xingu ( Yawalapiti, Kamayurá, Kalapalo, Waurá, Mehinako, Naufukuá e Kuikuro ) e da região amazônica (Matis, Marubo, Matsé, Tikuna), além dos Kaiapó (PA), Pataxó (BA), Krahô (TO), Pankararu (PE), Xavante (MT), Guarani (ES/SP), entre tantos outros.

A preocupação com a contrapartida financeira para os povos indígenas fez com que Renato Soares fosse pioneiro em formalizar acordos com as lideranças nas várias aldeias. Assim, de todas as fotografias comercializadas, 33% dos valores apurados seguem para as respectivas comunidades.

 


A hora é agora! Contribua com
Ameríndios do Brasil

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook

Conheça quem está à frente desta campanha

RENATO SOARES
  RENATO SOARES
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.