Abas primárias

Casa de Acolhimento Darcy Vitória de Brito

ONGs - Florianópolis, SC
kicks
Arrecadados da meta de R$40.000,00
Encerrado!
Campanha flexível

Esta campanha recebeu todos os fundos arrecadados até 10/06/2018.

Olá!

O Centro Cultural Escrava Anastácia (CCEA) é a ONG responsável pela Casa de Acolhimento Darcy Vitória de Brito. Dona Darcy é uma das fundadoras do CCEA e por isso a Casa de Acolhimento carrega o nome dela. Atualmente, atendemos 20 crianças que por determinação judicial, não puderam mais permanecer com seus pais. Os motivos são diversos, mas dentre eles estão o abuso sexual, agressão física, pais em situação de drogas, etc.

Hoje enfrentamos muitas dificuldades financeiras dentro da instituição, principalmente pelo fato de que cada criança que acolhemos, representa um custo médio de R$ 4.000,00/mês. Portanto, pedimos a ajuda e solidariedade de todos para mantermos vivos os sonhos dessas crianças. Para se ter ideia, alguns chegam ali sem saber o significado de aniversário! A Casa de Acolhimento é o lar deles e lá, resgatamos o direito de frequentarem a escola, eles realizam atividades no contra turno escolar, como jiu-jitsu, futebol, dança, aulas de músicas, enfim! Voltam a ter uma vida saudável e cheia de amor e esperança.

Abaixo seguem dois depoimentos, de pessoas que são completamente envolvidas com essa causa e que temos muito orgulho de ter como parceiros:

"A Casa de Acolhimento Darcy Vitória de Brito nasceu para devolver a infância, que é o ato da beleza de poder materializar os seus sonhos. Para devolver a beleza da infância de uma criança e a esperança agarrada nos seus olhos, tenho a impressão que não tem preço, do ponto de vista do investimento. A casa é sustentada pelos diversos parceiros e parceiras que acreditam nesse trabalho e na importância de devolver esse sonho concreto. Porque é muito mais importante prevenir do que punir depois." Pe. Vilson Groh - Instituto IVG

"O diferencial deste programa está na qualidade técnica e o olhar de cuidado em relação aos adolescentes e crianças atendidas. O motivo da entrada dessas crianças e adolescentes sempre são motivos traumáticos, por isso a necessidade do serviço de qualidade, não só de boa vontade, mas sim de qualidade técnica e amor. E falar desse programa é falar de amor, é o amor que essa equipe e o CCEA tem para com as crianças. Isso é trabalhar como se fosse uma família, isso é trabalhar o passado, o presente e o futuro." Alexandre Takaschima - Juiz Corregedor de Santa Catarina

 


A hora é agora! Contribua com
Casa de Acolhimento Darcy Vitória de Brito

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook | Centro Cultural Escrava Anastácia

Conheça quem está à frente desta campanha

Jorge Luiz Davila
  Jorge Luiz Davila
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.