Abas primárias

Combate ao COVID-19 na etnia Karajá

ONGs - Abreulândia, TO
kicks
Arrecadados da meta de R$68.900,00
Encerrado!
Campanha flexível

Esta campanha recebeu todos os fundos arrecadados até 08/08/2020.

A comunidade indígena Karajá, com uma população de aproximadamente 3.500 pessoas que vivem em aldeias localizadas na Ilha do Bananal, no Estado do Tocantins. As condições de alimentação e saneamento são precárias. Os rios fonte base da sua alimentação estão sendo destruídos pelo fornecimento de água aos projetos agrícolas que estão posicionados no entrono da Ilha do Bananal. Os recursos pesqueiros fonte da proteína, estão sendo esgotados  e pressionados pelo excesso da pesca e da qualidade das águas que não permitem sua recuperação.Queremos que a comunidade possa potencializar sua cultura, resgatando valores, usando a tecnologia e a inovação.

Atualmente a alimentação está baseada nos kits de cestas adquiridas nos supermercados. Com este projeto queremos contemplar 20 famílias (cerca de 120 pessoas adultas, idosos e crianças)  para duas aldeias com as seguintes atividades:

  1. Adquirir cestas básicas; (valor de R$ 100,00 cada uma)  e de higiene (valor de R$ 60,00 cada), filtro de barro/cerâmica para 20 casas - valor R$ 2.300,00 (R$ 115,00 cada) para atender 20 famílias durante 3 meses – valor R$ 11.900,00.
  2. Adquirir placas de energia solar, bomba de água e tubulações, arames e tela para cerca, moirões e postes (para evitar o desmatamento da área) para a cerca, duas caixas dágua de 10 mil litros – valor R$ 37.000,00.
  3. Fortalecer a organização social comunitária: adquiir celular, notebook, contratar tecnicos para as instalações, alimentação durante os trabalhos de mutirão e combustivel para os translados dos equipamentos e materiais - valor R$ 20.000,00.
  4. valor total R$ 68.900,00

A hora é agora! Contribua com
Combate ao COVID-19 na etnia Karajá

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook

Conheça quem está à frente desta campanha

Sylvia Salla Setubal
  Sylvia Salla Setubal
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.