Abas primárias

Comunidade Progresso

Livros - Santos, SP
kicks
Arrecadados da meta de R$10.000,00
Encerrado!
Campanha flexível

Esta campanha recebeu todos os fundos arrecadados até 30/09/2016.

Recompensas

  • R$20,00

    Ebook
    Ebook de “Comunidade Progresso”
    22 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/11/2016

  • R$45,00

    O livro
    Uma cópia de “Comunidade Progresso”
    57 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/11/2016

  • R$75,00

    Combo bronze
    Uma cópia de “Comunidade Progresso” + uma cópia de “Panaceia”, por Rodrigo Constantino
    6 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/11/2016

  • R$100,00

    Combo prata
    Uma cópia de “Comunidade Progresso” + uma cópia de “Panaceia”, por Rodrigo Constantino + uma cópia de “Perdidos e Violentos”, por Andy Nowicki + seu nome impresso nos agradecimentos, eternizando seu apoio
    20 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/11/2016

  • R$150,00

    Combo ouro
    Uma cópia de “Comunidade Progresso” + uma cópia de “Panaceia”, por Rodrigo Constantino + uma cópia de “Perdidos e Violentos”, por Andy Nowicki + uma cópia de “Liberdade ou Morte”, por Luciano Ayan + seu nome impresso nos agradecimentos, eternizando seu apoio
    6 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/11/2016

  • R$300,00

    Desenho original
    Uma cópia de “Comunidade Progresso” + seu nome impresso EM DESTAQUE nos agradecimentos, eternizando seu apoio + um desenho ORIGINAL feito pelo artista plástico e autor João César de Melo, em papel renaud e cartão, exclusivo, medindo 21x30cm
    2 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/11/2016

  • R$1.500,00

    Empresa ouro
    Lote com 30 cópias de “Comunidade Progresso” + logo da sua empresa impresso no miolo
    2 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/11/2016

  • R$3.000,00

    Empresa platinum
    Lote com 50 cópias de “Comunidade Progresso” + logo da sua empresa impresso na contracapa
    Restam 4 kicks.
    Entrega estimada em 30/11/2016

A ideia de Comunidade Progresso surgiu da percepção de que falta ao “movimento liberal” uma abordagem mais popular e emotiva das ideias defendidas. Para tanto, o autor reproduz o embate entre socialismo e liberalismo dentro do ambiente ficcional de um condomínio como qualquer um que conhecemos; e nele faz acontecer as mesmas relações sociais, econômicas e políticas que fazem parte do cotidiano do leitor comum. 

João César de Melo vai além: organiza a trama seguindo a cronologia dos últimos vinte anos da história política e econômica brasileira, fazendo referência a personagens tanto de nosso dia a dia quanto do noticiário. 

A história conta a ascensão e desmoronamento de um condomínio na medida em que são impostas políticas que igualdade social entre moradores e lojistas, numa citação direta às causas e efeitos que levaram o Brasil a atual crise, oferecendo, no entanto, um final surpreendente. 

Toda a narrativa é fluida e atemporal, na qual são inseridas nas questões políticas e econômicas dramas familiares, intrigas entre jovens amigos e a até uma história de amor. Sim. Tudo isso num único livro, com prefácio assinado por Rodrigo Constantino. 

Além de Comunidade Progresso, você pode garantir outras recompensas variadas, como livros publicados pela Simonsen e obras de arte exclusivas, por um preço mais que especial.

A primeira ficção escrita por Rodrigo Constantino chama-se Panaceia. Atarax era um lugar calmo e tranquilo, até ser tomada por uma epidemia do vírus "cole", que transformava todas as suas vítimas em agressores irascíveis. O Conselho dos Cidadãos resolve, então, enviar o representante de cada classe - trabalhadores, religiosos e empresários - em uma missão até Panaceia, para a busca da Cura. A aventura não sai exatamente como o planejado. Mas, afinal, a Cura existe? Há alguma salvação para Atarax? Ou seu destino será tão trágico como o da ilha próxima, Castrix?

E se o assassino de John Kennedy perdesse a coragem no momento crucial? E se um homem desesperado e seu psiquiatra descobrissem que eles têm uma misteriosa ligação telepática? O que dois homens que planejam um terrível ato criminoso conversam no café da manhã? Como uma desonesta gangue de revolucionários destrói uma cultura desde dentro? É o que você descobrirá em Perdidos e Violentos, do norte-americano Andy Nowicki, repleto de polêmica.

No livro Liberdade ou Morte: Do Atentado ao Charlie Hebdo à Mais Importante das Lutas, Luciano Ayan desmascara, com rara contundência, as principais fraudes intelectuais usadas para atenuar a monstruosidade do atentado contra o jornal francês e formula uma implacável defesa da liberdade de expressão, como nunca antes se viu. Mais do que nunca, todos temos a obrigação de ser Charlie.

Desenho de recompensa

Mineiro de Belo Horizonte, criado no Espírito Santo, estudou arquitetura no interior do Rio de Janeiro e em Vitória-ES, formando-se em 2006. Por não se adaptar as formalidades e burocracias que a profissão de arquitetura exige, João César de Melo decidiu seguir carreira como artista plástico, ofício que iniciado durante a faculdade. Por desejar morar numa cidade onde pudesse fazer tudo de bicicleta, decidiu se mudar para Santos-SP, onde montou seu ateliê em 2008. 

Surfista, nadador e ciclista urbano, João César de Melo lê e escreve sobre filosofia política e econômica por prazer, se mantendo paralelo aos grupos de oposição ao socialismo tanto para não ser contaminado por disputas internas, quanto para preservar sua independência intelectual.Tendo publicado quatro livros de forma independente, João César de Melo foi convidado a escrever para o Instituto Liberal em 2014, onde seus textos estão sempre entre os mais lidos.

A editora Simonsen publica livros ousados e variados, sempre com alta qualidade gráfica e de comunicação. Renomados autores como Mario Vargas Llosa, Tom Perrotta, Rodrigo Constantino, Elizabeth Kantor, Maria Valéria Rezende e Phyllis Schlafly fazem parte de seu catálogo e seus livros já figuraram nas páginas da Folha de S.Paulo, do Estadão e da revista VEJA.

 

 


A hora é agora! Contribua com
Comunidade Progresso

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook | Twitter | Medium

Conheça quem está à frente desta campanha

Rodrigo Simonsen
  Rodrigo Simonsen
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.