Abas primárias

Preservação das Abelhas Nativas da Caatinga PE.

Meio ambiente - Serra Talhada, PE
kicks
Arrecadados da meta de R$300.000,00
Encerrado!
Campanha flexível

Esta campanha recebeu todos os fundos arrecadados até 08/02/2016.

Recompensas

  • R$300,00

    Nome na caixa.
    Seu nome vai ficar em uma placa fixado em uma caixa de abelha.
    Restam 1000 kicks.
    Entrega estimada em 01/12/2016

  • R$10.000,00

    Nome do Melipinário + nome na caixa
    O nome do Meliponário (local onde se cria abelhas sem ferrão, levará seu nome que será fixado numa placa que ficará na porta de entrada do mesmo, e em todas as caixas terá uma pequena placa com seu nome.
    Restam 10 kicks.
    Entrega estimada em 01/10/2016

  • R$5.000,00

    Nome do Meliponário
    O nome do Meliponário (local de criação de abelhas sem ferrão) levará seu nome, que será fixado em uma placa e ficará na entrada do Meliponário.
    Restam 40 kicks.
    Entrega estimada em 01/12/2016

  • R$4.000,00

    Nome do Viveiro Florestal
    O nome do Viveiro Florestal levará seu nome.
    Restam 50 kicks.
    Entrega estimada em 01/12/2016

  • R$100,00

    Plantio de árvores Nativa da Caatinga.
    Seu nome vai constar numa placa na grade de proteção da muda.
    Uma pessoa kickou.
    Restam 999 kicks.
    Entrega estimada em 01/12/2016

As abelhas e outras duzentas mil espécies de insetos, além de pássaros e pequenos mamíferos, desempenham papel vital no ciclo de reprodução da vida. Alimentam-se do néctar e do pólen das flores sendo responsáveis pela transferência do DNA de uma planta para outra, através da polinização. No Brasil estíma-se que existam mais de trezentas espécies de abelhas Meliponas, algumas entrando em risco de extinção, como e o caso da abelha Melipona scutellares (abelha Uruçu), nativa da Mata Atlantica de Pernambuco. Na Caatinga Pernambucana algumas espécies estão correndo sério risco de entrar nessa lista, pois estão sendo destruídas, devido principalmente a ação do homem no meio ambiênte, onde a cada dia, são utilizadas novas áreas para a agricultura, e ainda,com o crescimento das cidades, as queimadas, a ação dos meleiros, que destrõem seus ninhos para a retirada do mel, retirada de madeira para a indústria e o comércio, utilização de defensivos químicos nas lavouras, e o desconhecimento da população local sobre o manejo adequado na criação racional desses insetos benèficos. Isso tudo, contribui muito para o declínio das abelhas da Caatinga de nosso Estado. Por fazerem seus ninhos dentro de ocos de árvores, raízes, cumpizeiros e galhos de árvores, e estes, estão sendo varridos dos ecossitemas pelos as diversas causas acima sitadas, somente a sua criação racional, e preservação das abelhas existentes no seu habitat natural podera salvar as abelhas sem ferrão, nativas da Caatinga. A extinção destas Abelhas Nativas colocam em sério risco, o suprimento de alimentos, ervas, essências, madeiras, espécies vegetais, e além de, causar um grande desequilibrio ecológico. Este projeto visa resgatar uma tradição que veio dos Índios, com técnicas simples e modernas, que serão difundidas através de cursos para a criação racional e preservação de abelhas sem ferrão, e cursos de, produção de muda de árvores nativas, entre as comunidades de pequenos produtores rurais do sertão de Pernambuco. Dentre as metas almejadas com a implantação desse projeto, no sistema de trabalho coletivo, destacam-se as seguintes: . Implantar cinquênta (50) Meliponários de 30 colônias cada, em cinquenta Associações e/ ou Comudidades Rurais no Municipio de Serra Talhada e cidades circunvizinhas, . Capacitar as familhas de agricultores envolvidos no projeto. . acompanhar os beneficiários do projeto durante (03) três anos, no manejo das abelhas e na produção de mudas. . Instalar 50 viveiros para produzir mudas florestais em cada comunidade beneficiada com o Meliponário. Algumas espécies de abelhas sem ferrão Nativas da Caatinga, servem para serem criadas de forma racional, o que contribui muito para a preservação dessas especies, pois nos permite aumentar o número de colônias rapidamente, são elas: abelha mandaçaia (Melipona mandacaia), Manduri (M. marginata), Canudo (Scaptotrigona postica) e o Brabo (Scaptotrigona L), Abelha- branca ( Friesiomiellita varia), entre outras.

Na ocasião de inícios dos trabalhos, serão plantadas mudas de árvores Nativas da Caatinga, nas comunidades ou associações beneficiadas.

Iportante ressaltar que, caso as contribuições sejam, bem acima de 300.000,00, parte do excentende será utilizado na compra de uma área, destinada para uma Unidade de Preservação Ambiental.

Se for menor, a cada R$:10.000,00 arrecadado, será implantado um Meliponário com 30 colônias de Abelhas Nativas e um Viveiro Florestal.


A hora é agora! Contribua com
Preservação das Abelhas Nativas da Caatinga PE.

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook | Flickr

Conheça quem está à frente desta campanha

Olimpio Menezes
  Olimpio Menezes
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.