Abas primárias

CRÔNICA HISTÓRICA E SENTIMENTAL DE BELÉM

Livros - Belém, PA
kicks
Arrecadados da meta de R$20.000,00
Encerrado!
Campanha flexível

Esta campanha recebeu todos os fundos arrecadados até 02/02/2016.

Recompensas

  • R$40,00

    SENTIMENTAL 1
    1 exemplar autografado pelo autor para retirar na noite de lançamento
    16 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 31/05/2016

  • R$50,00

    SENTIMENTAL 2
    Exemplar autografado pelo autor com opção de entrega postal em território nacional + marca-página + 1 cópia de aquarela em papel couché 230g em formato 10cm x 15cm (cartão postal)
    30 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/06/2016

  • R$75,00

    SENTIMENTAL 3
    Exemplar autografado pelo autor com opção de entrega postal em território nacional + marca-página + 1 cópia de aquarela em papel couché 230g impressa em formato 15cm x 21cm para emoldurar (mini-poster)
    11 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/06/2016

  • R$120,00

    SENTIMENTAL 4
    1 exemplar autografado pelo autor com opção de entrega postal em território nacional + marca-página + 1 cópia de aquarela impressa em papel couché 230g em tamanho 15cm x 21cm para emoldurar (mini-poster) + citação do nome na página de agradecimentos
    11 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/06/2016

  • R$240,00

    SENTIMENTAL 5
    3 exemplares autografados pelo autor com opção de entrega entrega postal opcional + marca-páginas + 1 cópia de aquarela impressa em papel couché 230g em tamanho 21cm x 40cm para emoldurar + citação do nome na página de agradecimentos
    3 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/06/2016

  • R$500,00

    SENTIMENTAL 6
    6 exemplares autografados pelo autor com opção de entrega postal opcional +marca-páginas + 2 cópias de aquarelas impressas em papel couché 230g em tamanho A4 (21cm x 29,7 cm) para emoldurar + citação nas redes sociais + citação do nome na página de agradecimentos
    3 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/06/2016

  • R$1.000,00

    SENTIMENTAL 7
    10 exemplares autografados + marca-páginas + 1 cópia de aquarela impressa em papel couché 230g em tamanho A3 (42cm x 29,7 cm) para emoldurar + citação nas redes sociais + citação do nome na página de agradecimentos
    2 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/06/2016

  • R$1.500,00

    SENTIMENTAL 8
    15 exemplares autografados + marca-páginas + 1 cópia de aquarela impressa em papel couché 230g em tamanho A3 (42cm x 29,7 cm) para emoldurar + 1 cópia de aquarela impressa em tamanho especial (21cm x 40 cm para emoldurar) + citação do nome na página de agradecimentos + citação na nota do autor + citação nas redes sociais + logomarca impressa como empresa apoiadora na contracapa
    2 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/06/2016

  • R$2.000,00

    SENTIMENTAL 9
    20 exemplares autografados + marca-páginas + 2 cópias de aquarelas impressas em papel couché 230g em tamanho A3 (42cm x 29,7 cm) para emoldurar + citação do nome na página de agradecimentos + citação na nota do autor + citação nas redes sociais + logomarca impressa como empresa apoiadora na contracapa + banner próprio na sessão de autógrafos
    Uma pessoa kickou.
    Entrega estimada em 30/06/2016

            UM DESEJO, UM PROJETO, UM LIVRO

            Esta é uma crônica de cidade, um gênero tipicamente brasileiro praticado por grandes mestres; e vem a propósito, mas não apenas por isto, dos 400 anos da capital paraense em 2016.

            O livro é um exercício de reflexão sobre a cidade à luz da história e da minha experiência pessoal. Ao escrevê-lo, busquei compreender objetiva e subjetivamente o lugar em que a Amazônia se inaugurou no tempo e no espaço, suas raízes, sua formação, sua cena contemporânea.

           A CRÔNICA DE BELÉM E SEU TRATAMENTO

            São 60 textos em 10 seções temáticas, crônicas que muitas vezes flertam com o ensaio e o jornalismo histórico.

            De início, uma panorâmica da cidade, seu espírito e caráter, a anima de sua gente, a geografia particular. Depois, a formação social e política; a Cabanagem; e ainda personagens que lançaram olhares sobre Belém e algumas vezes tentaram influenciar seu destino.

            Por fim, os elementos típicos da arquitetura, da religiosidade e da cena contemporânea. E aí entram recortes de lugares emblemáticos, manifestações de fé católica e evangélica, mitos e crendices, a cultura popular que consagrou a boemia como estilo de vida, a culinária, o fanatismo por dois times de futebol rivais, as particularidades linguísticas, os tipos populares que povoam as ruas da metrópole. 

            O ENCANTAMENTO DAS ILUSTRAÇÕES

            A ‘Crônica de Belém’ traz ilustrações do artista plástico Sérgio Bastos; aquarelas leves, pitorescas e multicoloridas que revelam um olhar atento, tolerante e sensível da cidade e dos seus personagens.

            Além de embelezar o livro, as aquarelas, compostas para a série Belém Tem Disso ao longo de uma década, o tornarão acessível a leitores de todas as idades.

            APLICAÇÃO DOS RECURSOS

            O dinheiro arrecadado nesta campanha será inteiramente investido na primeira edição do livro, que sairá no primeiro semestre de 2016 com selo da Editora Empíreo (SP).

           O AUTOR EM PRIMEIRA PESSOA

            Eu sou Iran de Souza. Nasci no Pernambuco há cinquenta anos. Vivo em Belém do Pará há mais de quarenta. Por muitos motivos, mas especialmente por estar no epicentro da minha experiência de mundo, Belém motiva esse projeto autoral.

            Sempre desejei escrever. Desde menino arriscava meus versos e minhas prosas. E foi esse desejo da palavra que me levou à faculdade de jornalismo e à profissão de ‘periodista’ da qual subsisto há quase trinta anos.

           A “Crônica Histórica e Sentimental de Belém do Pará” é o meu primeiro trabalho como autor; publicado, deixará de ser meu e passará a ser nosso.

           O ILUSTRADOR EM TERCEIRA PESSOA

            Sergio Bastos nasceu no Rio de Janeiro em 1957 e vive em Belém desde a infância. Um fluminense-paraense da gema. Um cara multifacetado: publicitário e jornalista, artista gráfico e designer, artista plástico. Foi diretor de arte em muitas agências de publicidade Brasil afora. E em cada uma delas deixou a marca de seu talento e de sua honestidade.

            Por dez anos, desenhou a série de aquarelas Belém Tem Disso, na qual captou, com talento e sensibilidade, recortes da capital paraense. Parte de seus desenhos, da capa à contracapa, ilustra o meu livro; e para não dizer que é um luxo, o que seria vulgar, digamos que este é um privilégio meu, seu, nosso.

           EMPÍREO, UMA EDITORA QUE TEM PAIXÃO

            A Empíreo, com sede em São Paulo, é uma editora jovem, de autores jovens e se define como um selo de livros apaixonantes. Isto é tudo o que desejo para o meu livro: que apaixone a você como apaixonou a mim. Com a Empíreo me sinto bem guiado para chegar até você.

           PREVISÃO DE LANÇAMENTO

            “Crônica Histórica e Sentimental de Belém do Pará” tem lançamento previsto para o mês de maio de 2016 (no mais tardar em junho) na capital paraense. Data e local a confirmar. Aguarde.           

           EM PRIMEIRA MÃO, UM TRECHO DO LIVRO

           O tempo passa mas Belém ainda tem disso: difícil haver cidade mais fácil para se puxar conversa com um desconhecido; quem quiser tirar a prova dos nove pode fazer o teste do bar, discreto e seguro como aquele um de farmácia para comprovar gravidez.

           É simples: você entra num bar, café ou restaurante seja lá onde for, em Portugal, nos Estados Unidos, na França ou mesmo no Brasil; tenta, por exemplo, conversar com um lisboeta que ouve seu belo e triste fado numa adega do Bairro Alto; ou com um nova-iorquino atento ao seu concerto de jazz em Greenwich Village; ou com um parisiense que, de pernas cruzadas, lê e fuma numa mesa de calçada em Saint-Germain-des-Prés; ou com um paulistano e sua turma em rodada de cerveja, picanha e pagode em Vila Madalena.

            Algum tempo depois, o suficiente para ir lá e voltar cá, você entra num lugar qualquer em Belém, num boteco de calçada na Cidade Velha ou num pub em Nazaré, numa casa de choro na Condor ou num bar da moda no Umarizal, num churrasquinho no Marco ou numa sorveteria em Batista Campos.

            E assim, com sua própria vivência de cidades, você logo vai saber onde é mais fácil travar uma boa conversa e fazer um amigo de primeira hora, em último caso o próprio garçom.

                                                                   Da crônica ‘Gente que é a cara de Belém’.


A hora é agora! Contribua com
CRÔNICA HISTÓRICA E SENTIMENTAL DE BELÉM

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook | Twitter

Conheça quem está à frente desta campanha

Iran de Souza
  Iran de Souza
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.