Abas primárias

Implantação Bluee ABA em escolas e grupos apoio

Educação - Brasília, DF
kicks
Arrecadados da meta de R$87.000,00
Encerrado!
Campanha flexível

Esta campanha recebeu todos os fundos arrecadados até 01/06/2019.

Recompensas

  • R$200,00

    Desenvolvimento de um Site ou Aplicativo comercial
    Será desenvolvido um site ou aplicativo a critério do doador como contrapartida pela doação, onde o mesmo definirá todo o escopo do produto a ser entregue. Os custos sobre registro de domínio e hospedagem na web não estão inclusos.
    Entrega estimada em 13/08/2019

Os avanços tecnológicos e a transformação digital de setores como a saúde estão promovendo mudanças que melhoram a qualidade de vida das pessoas. As novas tecnologias supõem uma ajuda extra para portadores de problemas crônicos, entre outros. Atualmente, existem muitos projetos que são colocados a serviço de pessoas com distúrbios diferentes. Este é o caso da Bluee que faz uso da realidade virtual para pessoas melhorar o aprendizado de crianças com déficit de aprendizado.

Quem somos

Olá, somos a Bluee, uma startup de Brasília focada no desenvolvimento de tecnologia para treinamento cognitivo de crianças com déficit de aprendizado. Criamos o aplicativo Bluetdah reconhecido nacionalmente como ferramenta de apoio para crianças com TDAH.

 

     A plataforma Bluee, é uma ferramenta de apoio é aplicada em  Realidade Virtual baseada no método ABA.  A análise do comportamento aplicada, ou ABA (Applied Behavior Analysis, na sigla em inglês) é uma abordagem da psicologia que é usada para a compreensão do comportamento e vem sendo amplamente utilizada no atendimento a pessoas com autismo. As técnicas de modificação comportamental têm se mostrado bastante eficazes no tratamento, principalmente em casos mais graves de autismo. Para o analista do comportamento ser terapeuta significa atuar como educador, uma vez que o tratamento envolve um processo abrangente e estruturado de ensino-aprendizagem ou reaprendizagem.

Muitas escolas não estão preparadas para receber e lidar com essas crianças. Apesar disso, é possível oferecer um atendimento personalizado e melhorar a estrutura e o preparo da equipe em pouco tempo. "A escola precisa ter jogo de cintura para lidar com essas situações. Uma das principais dificuldades na inclusão é a falta de intercomunicação entre as escolas regulares, pais e profissionais da saúde.

Ajude nossa campanha e estará contribuindo para a implantar nossa plataforma de ensino em escolas públicas e grupos de apoio.

É importante salientar que essas dificuldades começam a aparecer no período escolar, então são dificuldades especificas da vida escolar/acadêmica, ou seja, a criança, o adolescente ou o adulto que possui esse transtorno, levará uma vida normal, acarretando problemas somente no âmbito escolar. Porém, pode ter conseqüências funcionais negativas ao longo da vida.

Se não identificada e com o encaminhamento necessário, pode desencadear conseqüências como: baixo desempenho acadêmico, taxas altas de desistência da escola, menores taxas de educação superior, níveis altos de sofrimento psicológico e pior saúde mental, podendo até desencadear depressão, taxas mais elevadas de desemprego e subemprego. Sem contar no sentimento de frustração e baixa autoestima, que sabemos do quanto é importante para nossa qualidade de vida.

Elas podem ser divididas em alguns tipos ou vir associadas a outros transtornos como Transtorno de déficit da atenção e hiperatividade (TDAH) ou o Transtorno do Espectro Autista, por exemplo.

A plataforma utiliza realidade virtual combinada com inteligência artificial para monitorar o comportamento e treinar os portadores a melhorar o desempenho escolar.

Realidade virtual e transtorno do espectro autista

Pacientes com transtorno do espectro do autismo freqüentemente sofrem de estresse e ansiedade em situações fora de sua rotina diária. Experiências como esperar em uma consulta ou marcar uma consulta em um salão de cabeleireiro podem ser esmagadoras, pois estão além de seu controle.

Os avanços da tecnologia e, em particular, da realidade virtual, são muito vantajosos para esses pacientes, pois permitem que eles "treinem" para situações cotidianas .

O projeto teve inicio em 2015, em 2016 o projeto virou monografia de um dos cofundadores.

Em 2017 Ganhou menção honrosa do Instituto Claro Net Embratel, 2018 ficou em segundo lugar na Campus Party Brasil como projeto mais inovador e recentemente foi semifinalista no Global Impact Challenge, desafio organizado pela Universidade Singularity para melhorar a educação mundial. 

Em 2017 parte da equipe mudou pra Brasília por questões estratégicas por conta dos orgãos de regulamentação, hoje 90% da equipe está no Distrito Federal e a startup também possui endereço fiscal em Brasília.

Embora tenhamos passado por várias premiações, a startup nunca recebeu nenhum investimento, todo o fundo do projeto e de demandas externas e financiamento próprio foram investidos na mesma.

Muito obrigado por ter chegado até aqui e acreditar no nosso projeto!


A hora é agora! Contribua com
Implantação Bluee ABA em escolas e grupos apoio

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook | Twitter | Site Bluee

Conheça quem está à frente desta campanha

Vinicius Melo da Silva
  Vinicius Melo da Silva
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.