Abas primárias

Levando a Ciência Brasileira ao Extremo!

Educação - São Paulo, SP
kicks
Arrecadados da meta de R$8.000,00
Encerrado!
Campanha flexível

Esta campanha recebeu todos os fundos arrecadados até 08/06/2016.

Recompensas

  • R$20,00

    Obrigada!
    Enviarei uma mensagem de agradecimento via e-mail!!
    22 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 18/07/2016

  • R$50,00

    Muito obrigada!!
    Enviarei uma mensagem de agradecimento via e-mail e redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram)!!
    25 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 18/07/2016

  • R$100,00

    Obrigadão!!!
    Enviarei uma foto dos vulcões da Islândia e dos ambientes análogos à Marte, especialmente pra você!!
    27 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 31/07/2016

  • R$200,00

    Muuuuito obrigadaa!!!
    Trarei uma surpresa extrema da Islândia pra vc!!!
    6 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 31/07/2016

  • R$500,00

    Nem sei como agradecer!!!
    Enviarei para você uma foto com os Cientistas mais renomados da Astrobiologia!!
    2 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 31/07/2016

  • R$1.000,00

    Sem palavras!!!
    Enviarei para você uma foto com os Cientistas mais renomados da Astrobiologia e ainda um autógrafo deles!!
    Uma pessoa kickou.
    Entrega estimada em 31/07/2016

  • R$3.000,00

    Vou chorar de emoção!!!
    Todas as recompensas anteriores e mais uma palestra para contar pessoalmente toda a experiência que tive!! Vale para o Estado de São Paulo e data a combinar.
    Entrega estimada em 10/08/2016

Sobre o Curso

Este curso de Astrobiologia é organizado pela Rede Nórdica de Astrobiologia  (http://www.nordicastrobiology.net), uma das mais influentes do mundo nessa área da Ciência. O curso acontece anualmente durante o verão do Hemisfério Norte, com duração de duas semanas (4 a 16 de Julho).

Na atual edição, o curso será sediado na Islândia (norte da Europa, perto do Pólo Norte), que abriga muitos ambientes extremos análogos à Marte, que é o tema deste ano: "Biosignatures and the Search For Life on Mars" ou Bioassinaturas e a Busca de Vida em Marte.

No curso, terão palestras com os pesquisadores mais renomados da área, incluindo pesquisadores do Instituto de Astrobiologia da NASA (uau)! Também terão aulas práticas nos ambientes análogos à Marte! E além disso, apresentarei a nossa pesquisa que desenvolvemos na USP para todos esses pesquisadores e alunos do mundo todo! Incrível, não? 

 

O curso é muito concorrido e cerca de 40 pessoas foram selecionadas, do mundo todo, e só eu de brasileira! Imaginem que demais podermos divulgar a ciência brasileira para todas essas pessoas, inclusive pesquisadores da NASA!?

 

Além disso, poderei trazer esse conhecimento para o Brasil, para todos os colegas que se interessem pelo assunto e, assim, contribuir para o desenvolvimento científico no nosso país!

 

Essa é a página do curso: http://www.nordicastrobiology.net/Iceland2016/Lecturers.html

 

Sobre mim 

Meu nome é Amanda Gonçalves Bendia. Sou formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Vale do Itajaí (2009), em Santa Catarina. Fiz Mestrado em Biofísica na Universidade Federal do Rio de Janeiro (2012) e estou no último ano de Doutorado em Microbiologia, na Universidade de São Paulo (USP).

A primeira vez que tive contato com a palavra "Astrobiologia" foi no segundo ano de faculdade em uma aula de Microbiologia com o Prof. Dr. Marcus Adonai. Isso me fascinou completamente e mudou o curso da minha vida. Embora não conhecesse o termo "Astrobiologia" até aquele momento, esse assunto sempre me deslumbrou desde criança: o que é a vida?, como ela se originou?, como surgiu o Universo?, É possível vida em outros planetas?, qual é o futuro da vida?. 

Terminei a faculdade com um entusiasmo imenso sobre o meu futuro como Astrobióloga. Inclusive, acredito que esse entusiasmo me proporcionou ganhar um prêmio de Mérito Estudantil da turma de formandos de Ciências Biológicas de 2009/2. Estudei muito para a seleção do Mestrado em Biofísica da UFRJ e consegui passar nas primeiras colocações. A minha pesquisa do Mestrado foi orientada pela Prof. Dra. Claudia Lage, e envolvia entender como bactérias isoladas da Antártica poderiam sobreviver à radiação Ultravioleta C, muito comum no espaço interplanetário. 

Essa pesquisa só aumentou o meu fascínio por estes micro-organismos chamados extremófilos, que são aqueles capazes de sobreviver em condições extremas, como em vulcões, desertos, oceanos profundos, nos polos, e quem sabe, em lugares fora da Terra também? 

 

Sobre a minha pesquisa de Doutorado

Logo que terminei o Mestrado, prestei a seleção de Doutorado no Programa de Microbiologia da USP e fui aprovada sob orientação da Prof. Dra. Vivian Pellizari. Venho desenvolvendo a Pesquisa de Doutorado no Instituto Oceanográfico da USP desde 2012. Nessa pesquisa, nós estudamos micro-organismos (bactérias e arqueias) extremófilos em uma ilha vulcânica na Antártica, chamada Ilha Deception

Tive a oportunidade de participar como pesquisadora da Operação Antártica Brasileira (XXXII e XXXIII) e foi simplesmente fascinante! A Antártica é inimaginavelmente espetacular e, em especial, a Ilha Deception é um lugar incrível e de beleza assombrosa! Como é um vulcão ativo, as temperaturas chegam a quase 100 graus centígrados, enquanto metade da ilha é coberta por geleiras, com temperaturas abaixo do congelamento. A nossa pergunta científica envolve entender como esses micro-organismos suportam condições tão extremas de temperatura, principalmente em relação aos seus metabolismos e mecanismos moleculares de adaptação. Como somente cerca de 1% dos micro-organismos são cultiváveis em laboratório, nós utilizamos técnicas baseadas na extração de seus DNAs genômicos. É como se tirássemos uma fotografia destes micro-organismos no ambiente no exato momento da coleta. Especificamente, usamos a técnica de Metagenoma, através de equipamentos de sequenciamento de DNA massivo e posterior análise por meio de ferramentas de Bioinformática. 

 

  

 

Imagens das coletas na Ilha Deception, na Antártica, durante a Operação Antártica XXXII, coordenada pelo Programa Antártico Brasileiro.

 

As implicações da nossa Pesquisa na Astrobiologia

Essa pesquisa tem muitas contribuições importantes para Astrobiologia. Muitas trabalhos demonstram que a vida pode ter se originado em ambientes vulcânicos, como em ventos hidrotermais de oceano profundo e fumarolas na superfície. Os vulcões modernos podem servir de análogos para entendermos como a vida se comportaria em condições semelhantes às encontradas na Terra Primitiva. Além disso, ao estudar estes micro-organismos podemos entender os limites da vida na Terra, principalmente em relação à temperatura, e assim, buscar condições semelhantes fora da Terra onde este tipo de vida poderia existir. Ainda, vulcões no Sistema Solar são consideravelmente comuns. Marte, por exemplo, teve muitos vulcões ativos em seu passado e é provável que estes locais abrigassem condições para alguma forma de vida microbiana. Uma série de sondas já foram enviadas à Marte e ainda há projetos para o envio de rovers (veículos operados remotamente) que carregam "laboratórios portáteis", na tentiva de encontrar possíveis vidas presentes ou mesmo passadas no planeta vermelho.

Imagina, se encontrarmos evidências de vida em Marte, ou mesmo em outros lugares do Sistema Solar ou outros sistemas estelares, seria a maior descoberta da humanidade! 

 

Apresentando o trabalho de Doutorado no Congresso Brasileiro de Microbiologia em Florianópolis, ano de 2015.

 

        

Marte: Rover Curiosity (esquerda) e imagem do planeta (direita).
Imagina se encontrarmos vida lá!! Divulgação: NASA

 

Falando em Valores

Consegui verba somente para a passagem aérea. Mas não foi possível nenhum tipo de verba para cobrir os custos determinados pelo curso. 

O curso tem o custo de 1.900,00 Euros, e inclui a hospedagem, transportes locais, trabalhos de campo e toda a alimentação durante todo o período do curso. 

Este valor está descrito na página seguinte: http://www.nordicastrobiology.net/Iceland2016/General.html

Pela conversão em reais para o dia de hoje (24/05/2016), totalizaria R$ 7.563,88. 

Como precisarei pagar as taxas bancárias de transferência internacional, arredondei o valor para R$ 8.000,00. 

 

SOBRE O CURTO PRAZO DA CAMPANHA

Os organizadores divulgaram a lista de selecionados na primeira semana de maio. Enquanto isso, tentamos buscar verbas para a minha participação, e eu confesso que já estava até com poucas esperanças. Mas tivemos uma oportunidade de "última hora" para o pagamento da minha passagem aérea, e com isso as minhas esperanças foram renovadas, já que pagar a passagem mais o custo do curso seria muito mais difícil! 

Por isso, estou precisando da ajuda de vocês para custear os 1.900,00 Euros do curso!! 

 

Me ajudem a não perder essa oportunidade única e incrível!! :)

 

 

Sobre a divulgação científica

Além da arrecadação da campanha, fico super entusiasmada com a divulgação do nosso trabalho para a sociedade, que é uma das partes mais importantes da Ciência! Afinal, é o povo que financia a Ciência do Brasil e o retorno do desenvolvimento científico e tecnológico é diretamente para a sociedade! É dever dos cientistas que seus trabalhos se tornem acessíveis à população. Além do dever, é um prazer imenso saber que as pessoas se interessam pelo nosso trabalho! Por isso, não exite em fazer perguntas! Responderei com o maior prazer do mundo! :) 

 

 

 

 

 

 

 


A hora é agora! Contribua com
Levando a Ciência Brasileira ao Extremo!

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook | Site do Curso de Astrobiologia na Islândia

Conheça quem está à frente desta campanha

Amanda Gonçalves Bendia
  Amanda Gonçalves Bendia
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.