Abas primárias

MC XUXU: pré-venda Álbum Senzala

Música - Juiz de Fora, MG
kicks
Arrecadados da meta de R$15.000,00
Encerrado!
Campanha flexível

Esta campanha recebeu todos os fundos arrecadados até 14/06/2017.

Recompensas

  • R$10,00

    Agradecimento
    Colaborando com R$10,00 você garante um agradecimento digital da MC XUXU!
    7 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 31/05/2017

  • R$20,00

    Álbum digital
    Colaborando com R$20,00 você garante O meu primeiro CD para Download + um agradecimento digital.
    14 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 31/05/2017

  • R$30,00

    CD Autografado
    Colaborando com R$30,00 você garante O meu primeiro CD autografado + meu álbum digital para Download + um agradecimento digital.
    25 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 31/05/2017

  • R$35,00

    CD Autografado
    Colaborando com R$35,00 você garante O meu primeiro CD autografado + meu álbum digital para Download + foto autografada + um agradecimento digital.
    12 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 31/05/2017

  • R$60,00

    Camiseta
    Colaborando com R$60,00 você garante uma camiseta + O meu primeiro CD autografado + meu álbum digital para Download + foto autografada + um agradecimento digital.
    27 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 31/05/2017

  • R$100,00

    Ingresso para um dos meus Shows
    Colaborando com R$100,00 você garante um ingresso para um dos meus shows + uma camiseta + O meu primeiro CD autografado + meu álbum digital para Download + foto autografada + um agradecimento digital.
    2 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 31/05/2017

  • R$150,00

    Meet and Greet
    Colaborando com R$150,00 você garante um ingresso para um dos meus shows + um meet and greet comigo no show + uma camiseta + O meu primeiro CD autografado + meu álbum digital para Download + foto autografada + um agradecimento digital.
    2 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 31/05/2017

  • R$200,00

    Seu nome no encarte do CD
    Colaborando com R$200,00 você garante seu nome no encarte do CD + um ingresso para um dos meus shows + um meet and greet comigo no show + uma camiseta + O meu primeiro CD autografado + meu álbum digital para Download + foto autografada + um agradecimento digital.
    3 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 31/05/2017

  • R$300,00

    Seu nome no encarte do CD
    Colaborando com R$300,00 você garante sua marca no encarte do CD + um ingresso para um dos meus shows + um meet and greet comigo no show + uma camiseta + O meu primeiro CD autografado + meu álbum digital para Download + foto autografada + um agradecimento digital.
    Uma pessoa kickou.
    Entrega estimada em 31/05/2017

  • R$3.500,00

    Seu nome no encarte do CD
    Colaborando com R$3500,00 você garante um Pocket show para até 100 pessoas (não incluso transporte e hospedagem)
    Entrega estimada em 31/05/2017

Sua contribuição é mais que importante! Colabore agora e garanta já sua cópia do meu primeiro CD → → →

Tentei lançar meu primeiro CD através do edital de incentivo à cultura. O projeto foi reprovado. Os argumentos: preconceituosos e elitistas. Lanço este Kickante e, com sua contribuição, meu primeiro CD sairá do papel, mostrando que somos melhores do que qualquer tipo de discriminação e preconceito.

Juntos vamos provar que somos muito mais do que toda essa intolerância, faça parte agora! → → →

As músicas do CD apresentam letras com consciência e empoderamento da causa negra e LGBT. Este álbum é a chance de eu poder passar a minha mensagem e expressar minha qualidade artística, além de mostrar que a nossa limitação é o preconceito, racismo e o machismo. Não perca essa chance, faça este CD acontecer!

  

  

  

 

  

  

 

Em 1988, nasceu no corpo de menino aquela que foi chamada Leonardo. Negra e moradora da periferia de Juiz de Fora, cresceu no bairro Santa Cândida, brincou na rua, soltou pipa e estudou na escola estadual de lá. Em 2007, conheceu Adenilde Petrina - uma professora para Leonardo; uma líder comunitária para o bairro e uma griotte1 para a coletividade. Através de projetos culturais, Adenilde a apresentou o RAP e a organização política. Aos 17 anos, Leonardo não suportava mais o corpo de menino. Ela era Karol Vieira e, assim, foi expulsa de casa pelo padrasto que não a aceitava como mulher. Acostumada a viver com pouco, dessa vez, Karol não tinha nada. Na rua, a prostituição foi a única chance de sobrevivência. Destino parecido com de muitas outras jovens transexuais: de acordo com a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA), 90% das travestis e transexuais estão em situação de prostituição no Brasil.

Com outras meninas transexuais, ela aprendeu os nomes dos hormônios femininos e sem nenhuma orientação médica passou a utilizá-los; descobriu a briga por pontos de prostituição; viu colegas morrerem ao aplicar silicone industrial; presenciou a morte violenta algumas vezes e foi mais uma vítima de uma tentativa de assassinato em 2013. Karol sobrevive no país do mundo onde mais se mata travestis e transexuais, de acordo com a ONG Transgender Europe: o Brasil.

Entretanto, entre a dor da rua, sempre esteve presente a felicidade. Pela primeira vez, ela esteve ao lado de tantas outras pessoas parecidas e que são empurradas para as margens. Nunca abandonou a rima e se encontrou em um movimento cultural que voltava a ocupar a grande mídia na década 1990 e 2000: o Funk. Ela tornou-se Mc Xuxú. Sua primeira música foi um presente do rapper Aice NP, morto em 2014, vítima da violência crescente na periferia de JuizdeFora2. Depois,vieramascomposiçõesprópriaseaMCpassouafazerpartedeumageraçãodemulheres do funk que escrevem sobre emancipação, sexualidade, felicidade e sua vida cotidiana. Mulheres que não conheciam conceitos acadêmicos de feminismo ou negritude, mas se colocam agentes transformadoras pelo fato de existir, compor e cantar.

A MC tem 28 anos, a expectativa de vida de uma travesti ou transexual brasileira gira em torno dos 30 anos segundo o grupo Transrevolução, entretanto, ela pretende continuar contrariando estatísticas. Xuxú vive no mesmo bairro da infância; conta com um público fiel; possui sete fã clubes nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Ceará e Amazonas; tem repercussão nacional nos principais veículos midiáticos e fez show para um público estimado de 100 mil pessoas na Parada do Orgulho LGBTT de São Paulo de 2015. O

videoclipe de sua música Um Beijo conta com mais de 2 milhões de acessos e a produção feita para a música Bonde das Travestis também já ultrapassou 1 milhão de acessos no Youtube. Em 2015, lançou uma série de vídeos chamada “Tô no comando”, na qual abordou temas como a morte precoce de jovens negros, comportamento e padrões de beleza.

Mesmo com todo o sucesso nas redes socias e fora delas, a MC ainda enfrenta a dificuldade de se manter financeiramente comum a tantas outras jovens periféricas e mulheres trans. Todas as suas produções são realizadas a partir de um coletivo de juiz-foranos que abrem mão de seus cachês por afinidades políticas e afetivas. Eles se dividem em muitas funções, são dançarinos, figurinistas, maquiadores, fotógrafos, editores de vídeos, entre outros. Artistas que também lutam para afirmar-se a partir de seus trabalhos.

Sobretudo, MC Xuxú persiste no caminho apontado pela griotte ainda na infância, reunindo pessoas a partir da cultura e transformando a realidade e comunidade da qual faz parte. O projeto busca o incentivo para a gravação do primeiro CD da compositora, realizado junto ao coletivo aglutinado por ela. Seguramente, mais um importante passo na consolidação da carreira da MC e na afirmação da população periférica de Juiz de Fora. 

 


A hora é agora! Contribua com
MC XUXU: pré-venda Álbum Senzala

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook | Twitter | Youtube | Instagram

Conheça quem está à frente desta campanha

MC XUXU
  MC XUXU
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.