Abas primárias

Para Syncro Brasil - O Sonho continua

Esportes - São Paulo, SP
kicks
Arrecadados da meta de R$40.000,00
Campanha flexível

Esta campanha irá receber todas contribuições em 08/05/2017.

O grupo Para Sincro Brasil é, até o momento, a única equipe de Nado Sincronizado do país que se propõe a trabalhar atletas com e sem deficiência.

Na equipe atual as idades variam entre 11 e 20 anos e as características de cada participante também são diversificadas. Além das atletas com deficiência física, que apresentam diagnósticos diferentes, o grupo procura contar também com atletas sem deficiência para atuarem no suporte durante a execução das rotinas e permitirem a prática e difusão do conceito de inclusão, propósito maior do grupo.

Este trabalho pioneiro, iniciado pela profa. Edna Garcez na década de 1990, após algum tempo interrompido por razões técnicas, foi retomado, ao final de 2014 com o objetivo de enriquecer o acervo motor aquático das pacientes/atletas, bem como exercitar e difundir o conceito de inclusão social e familiar das pessoas com deficiência, por meio da busca e criação de novas oportunidades para que elas obtenham maior qualidade de vida, elevem sua auto-estima e demonstrem sua garra e potencialidade.

Ao longo desses últimos dois anos, apesar de muitas dificuldades, especialmente por conta da falta de patrocínio, o grupo esteve presente, por meio de alguns, ou de todos os seus componentes, em vários torneios, simpósios, festivais e apresentações no Brasil e, em dois eventos internacionais: o I Simpósio de Nado Sincronizado para Atletas com Deficiência, em Taiwan, em 2015 e o 25º Festival de Para Nado Sincronizado que ocorreu na cidade de Quioto, Japão, no mês de maio de 2016.

Durante a participação nesses eventos, o grupo fez contato com os principais países que também mantém equipes de Nado Sincronizado Inclusivo (Canadá, Estados Unidos, Japão, México, Taiwan e Rússia) e pode verificar que a maioria desses países e suas instituições trabalha com atletas que apresentam Deficiência Intelectual porque, para estes, não há impedimento motor, na execução das rotinas, o que facilita o trabalho.

Pela dificuldade natural, portanto, poucos países e instituições trabalham com atletas com Deficiência Motora, o que torna o trabalho do grupo Para Syncro Brasil ainda mais interessante, visto que este é o seu escopo principal.

Neste ano o grupo está trabalhando para levar suas atletas ao México, para participar do evento Cancun 2017 - Abierto Internacional de Sincro, que irá ocorrer entre os dias 5 e 15 de junho próximo, como parte da estratégia daquele conjunto de países para pleitear o reconhecimento do Nado Sincronizado como modalidade paralímpica.

Contamos com a sua colaboração para que possamos mostrar ao mundo que o Sonho Continua!


A hora é agora! Contribua com
Para Syncro Brasil - O Sonho continua


Conheça quem está à frente desta campanha

Aguinaldo Garcez
  Aguinaldo Garcez
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.