Abas primárias

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

Comunidade - Curitiba, PR
kicks
Arrecadados da meta de R$50.000,00
Encerrado!
Campanha flexível

Esta campanha recebeu todos os fundos arrecadados até 04/02/2017.

Recompensas

  • R$50,00

    MUITO AXÉ!
    Mil livros garantem a meta! Doando 50 reais você receberá um LIVRO “Oralidades Afroparanaenses: fragmentos da presença negra na história do Paraná” + seu NOME na lista dos agradecimentos!
    10 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 04/02/2017

  • R$10,00

    AXÉ!
    Doação mínima de 10 reais. Sua contribuição é valiosa! Seu NOME será eternizado na lista de agradecimentos do projeto!
    Entrega estimada em 04/02/2017

  • R$20,00

    AXÉ E CONHECIMENTO!
    Doando 20 reais você terá seu NOME eternizado na lista de agradecimentos do projeto e + 02 E-BOOKS à sua escolha da Coleção Oralidades Afroparanaenses. Veja as opções no Informativo CentroCulturalHumaita /revitalize.
    5 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 04/02/2017

  • R$100,00

    AXÉ EM DOBRO!
    Doando 100 reais você você receberá 02 exemplares do LIVRO “Oralidades Afroparanaenses: fragmentos da presença negra na história do Paraná”; Mel e Candiero. Curitiba: Editora Humaita, 2016 (128 pgs) + seu NOME na lista dos agradecimentos + 02 E-BOOKS à sua escolha da Coleção Oralidades Afroparanaenses. Veja as opções no Informativo CentroCulturalHumaita /revitalize.
    8 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 04/02/2017

  • R$200,00

    AXÉ PRA TODO MUNDO!
    Doando 200 reais você receberá 04 exemplares do LIVRO “Oralidades Afroparanaenses: fragmentos da presença negra na história do Paraná” + seu NOME eternizado na lista dos agradecimentos + 10 E-BOOKS à sua escolha da Coleção Oralidades Afroparanaenses. Veja as opções no Informativo CentroCulturalHumaita /revitalize + um agradecimento especial na sua rede social!
    Uma pessoa kickou.
    Restam 999 kicks.
    Entrega estimada em 04/02/2017

Este é o Viaduto Cultural Capanema hoje!

Viaduto Cultural Capanema

Mas, com a sua ajuda, vamos torná-lo um Centro de Referência da Cultura Afro.

Está no ar a campanha de doações para mais uma etapa na revitalização do viaduto.

 

Missão!

 

A missão do Centro Cultural Humaita - Centro de Estudo e Pesquisa da Arte e da Cultura Afrobrasileira é valorizar e dar visibilidade à presença negra e à herança cultural afro no Paraná.

 

Em 2015 chegamos muito perto de concretizar a essa missão: valorizar e dar visibilidade à presença negra e à cultura afro no Paraná!

 

O Centro Cultural Humaita recebeu da Prefeitura de Curitiba a Permissão de Uso do Viaduto Capanema para a construção de um Centro de Referência da Cultura Afro.

Vale ressaltar que a construção de um Centro de Referência da Cultura Afro em Curitiba vai suprir uma lacuna histórica em nossa cidade. A capital "da cultura européia" conta com cerca de 24% de sua população autodeclarada afrodescendente. São quase 600 mil curitibanos beneficiados diretamente com o reconhecimento oficial da sua importante contribuição etnica na formação da nossa capital.

O Paraná, estado mais negro do sul, segundo dados do IBGE, também ganha, já que a população em geral e, especialmente, a rede de ensino poderão se beneficiar diretamente da construção de um espaço de visitação, valorizando a presença negra, reunindo amplo acervo de pesquisa e com eventos temáticos durante o ano todo.

 

Histórico de ações no Viaduto

Até agora, ocupamos o viaduto “in natura”!

Foram várias edições do RapPaz - Encontros de Cultura de Rua pela Paz, saraus, aulas, reuniões, ensaios, gravação de vídeos, confraternizações.

Bem trabalhoso!

Era preciso limpar, carregar tudo, montar e, ao final do evento, desmontar e levar tudo embora. E, quando não estamos lá, o problema do lixo, da moradia precária, dos assaltos, furtos e crimes permanece.

Funcionava mais ou menos assim:

1º Retirar o lixo acumulado, com o apoio da Prefeitura

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

2º Depois do caminhão de lixo, entrava em cena o caminhão pipa.

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema
Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

3º Finalmente, soltar o verbo, o som, o corpo!

Deu um trabalhão! Mas valeu a pena!
Durante o ano todo curtimos muita corporeidade, musicalidade e oralidade em um ambiente underground. Foram tarde memoráveis, recheadas de delícias gastronômicas, música, dança, literatura, arte visuais e ótima companhia!

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

 

Pois bem, chegou a hora de fechar o local com gradis e portões.

 

Portões e gradil.

 

Esta é a única maneira de evitar o acúmulo de lixo no local.

Tentamos pedir doação de gradil e portões, mas não conseguimos.

Por isso, estamos pedindo ajuda para todo mundo que puder e quiser ajudar!

Podemos contar com sua força?

Para alcançar a meta, vamos disponibilizar mil exemplares do livro "Oralidades Afroparanaense: fragmentos da presença negra na história do Paraná". (128 pgs) Curitiba: Editora Humaita, 2016.

Se mil pessoas comprarem o livro à 50 reais, garantimos o gradil, os portões e muitos conhecimentos circulando por aí sobre a presença negra no Paraná!

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

Os autores, Mel e Candiero, são entusiastas da valorização e visibilidade da presença negra e da herança cultural afro e estão à frente do Centro Cultural Humaita desde a sua fundação, em 2009.

As atividades do Centro Cultural Humaita envolvem diversos grupos em diferentes frentes de atuação em Curitiba e no Paraná.

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema
Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

Com a sua ajuda, seguiremos na luta por valorização e visibilidade da presença negra e da herança cultural afrodescendente em Curitiba e no Paraná.

Toda ajuda é bem vinda!

Se você quiser contribuir com outros valores, preparamos diversos e-books especialmente para você com textos em linguagem poética e acessível sobre história afro paranaense e sobre religiosidade de matriz africana !

Confira!

 

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

 

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

 

Vamos revitalizar!

 

Entre 12% e 17% do valor arrecadado é destinado às taxas administrativas da KICKANTE.

Outra parte vai para o envio dos livros pelo CORREIO.

Mas, para quem puder pegar o livro em mãos, teremos uma edição especial do SARAU AFRO para a apresentação e distribuição do livro!

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

A meta é superar a meta!

Se ultrapassarmos a meta de arrecadação destinada ao gradil e portões, poderemos incrementar o espaço com instalação de água, luz, equipamentos de apoio, etc. Cada um doa um pouquinho e, até fevereiro, teremos um espaço dedicado à realização  permanente de vivências culturais e atividades diversas ligadas à temática afro.

Afinal, vamos ocupar provisoriamente o espaço com atividades culturais e vivências poético-musicais até 2018 e, nesse meio tempo, realizar um Concurso Nacional de Projetos para escolher a melhor proposta arquitetônica para as futuras instalações do Centro de Referência da Cultura Afro em Curitiba.

PARA SABER MAIS

Sobre o livro e os e-books

Toda a nossa produção literária é inovadora e peculiar: ela existe para valorizar a cultura afro e dar visibilidade à presença negra no Paraná.

O livro e os e-books vem sendo usados para o ensino da História e Cultura Afro em sala de aula. "Oralidades Afroparanaenses: fragmentos da presença negra na história do Paraná", reúne diversos textos com riqueza histórica em linguagem poética e acessível; narra a história afroparanaense do ponto de vista negro paranaense; reúne histórias de diversas cidades centenárias do Paraná; Retrata importantes contribuições afroparanaenses na construção da nossa sociedade; ajuda educadores(as) a trabalhar com a Lei 10.639/03 em sala de aula o ano todo; proporciona identificação positiva da identidade afro no Paraná; favorece a implementação de aulas dinâmicas; ajuda a superar preconceitos, racismo, intolerância e discriminação; sensibiliza formadores de opinião para a importância das políticas de promoção da igualdade racial; ajuda a suprir a lacuna de invisibilidade da presença negra na historiografia oficial;

 

Este é o sumário do livro:

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

Cultura afro em Curitiba e no Paraná?

Você gostaria de conhecer a história da presença negra e da herança cultural afro em Curitiba e no Paraná? 

Ajude-nos a revitalizar o Viaduto Cultural Capanema e, além de transformar uma área degradada da cidade, poderemos compartilhar histórias e vivências interessantíssimas!  

Você sabia que a maior revolta do Brasil colônia aconteceu em Castro/PR?

24% da população curitibana e que 30% da população paranaense se autodeclaram afrodescendentes?

A antiga Igreja do Rosário dos Homens Pretos de São Benedito foi construída por e para os negros, no período colonial?

Naquele tempo, a população negra LIVRE era maior do que a população escrava? 

 

Centro de Referência da Cultura Afro

O Centro de Referência da Cultura Afro em Curitiba vai reunir muitas informações sobre a construção da nossa identidade.

Curitiba é a capital mais negra do sul do Brasil.

O Paraná é o estado mais negro do sul.

No entanto, nossa história negra foi amplamente invizibilizada pelas políticas eugenistas pós-abolição, que apagaram as contribuições dos povos afrodescendentes que aqui viveram durante mais de duzentos anos antes da chegada dos imigrantes.

Para reverter esse quadro de invisibilidade, valorizar a presença negra e a herança cultural afro no Paraná, vimos buscando apoio para a construção de um Centro de Referência da Cultura Afro em Curitiba.

Temos muitas histórias interessantes para compartilhar!

Por isso a Prefeitura de Curitiba concedeu ao Centro Cultural Humaitá, em 2015, a permissão de uso do espaço sob o Viaduto do Capanema, no bairro Jardim Botânico para estudo, pesquisa, oficinas de arte e cultura afro.

Solicitamos esta área por motivos históricos e por saber que ela estava degradada e servindo como moradia precária, consumo e venda de drogas. As ações culturais que vem acontecendo mensalmente no viaduto já dão uma nova energia para o local! 

 

Por que neste local especificamente?

MEMÓRIA AFROCURITIBANA

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

O Viaduto Capanema está situado em uma região privilegiada para a memória afrocuritibana.

Nas décadas de 30, 40 e 50, no local onde hoje está o viaduto, nasceu a primeira escola de samba de Curitiba (Colorado). A antiga Vila Tassi é o berço do samba local. A presença negra entre os ferroviários remete também à realização de outras atividades além do samba, como o partido alto, a capoeira, o jongo e outras.

Esta historia foi contada pelo Dr João Carlos, em linguagem agradável e muito bem ilustrada! Leia AQUI a publicação generosamente compartilhada em formato digital.

 

Vizinho do Bairro Rebouças e em face da linha férrea, o local lembra a importância dos irmãos Rebouças, engenheiros negros responsáveis pelo projeto ousado e imponente da ferrovia Curitiba - Paranaguá.

E finalmente, estamos na rua! Mas uma rua com cobertura. Desde a abolição as mais diversas manifestações culturais negra tiveram na rua lugar privilegiado de manifestação: samba, maracatú, capoeira, afoxé, congada...

 

O Viaduto Capanema é um espaço simbólico, pois guarda importantes memórias afrocuritibanas:

  1. Antes da construção do viaduto, a Escola de Samba Colorado - a primeira de Curitiba - ensaiava ali;
  2. A Vila do Ferroviários, antiga Vila Tassi, era habitada por uma comunidade majoritariamente negra e as tradições culturais negras eram muito presentes. 
  3. Também fazem parte desta história a importante contribuição dos negros irmãos Rebouças, homenageados no Bairro Rebouças, próximo ao viaduto. Afinal, é de sua autoria o projeto da linha férrea, verdadeiro poema de aço ligando Curitiba a Paranaguá.

 

Sobre o Centro Cultural Humaita

O Centro Cultural Humaita tem a missão de valorizar e dar visibilidade à presença negra e à herança cultural afro em Curitiba e no Paraná. Agora temos uma grande possibilidade de concretizar esta missão!

Centro Cultural Humaita

Com a sua doação, Curitiba vai conhecer algumas histórias invizibilizadas, não só no dia 20 de novembro, mas durante o ano todo!

O Centro Cultural Humaita é uma entidade sem fins lucrativos que atua desde 2006 em parceria com a Educação e a Cultura. O Centro Cultural Humaita está registrado sob CNPJ 12.499.427/ 0001-65 e possui Utilidade Pública Municipal e Estadual. Foi agraciado pela Câmara de Vereadores de Curitiba em 2013 com o Prêmio Pablo Neruda de Direitos Humanos e, em 2016, com o Prêmio Papa João Paulo II. 

A perseverança na luta por isonomia para a comunidade afroparanaense vem rendendo ao Centro Cultural Humaita muitas parcerias institucionais e apoios da sociedade.  São imensos os resultados efetivos, graças a este reconhecimento e apoio a nós confiado por uma série de instituições. 

O ponto o alto desta caminhada por valorização e visibilidade é, com certeza, a oportunidade de criar o Centro de Referência da Cultura Afro e colocar a presença negra e a sua herança cultural no coração da cidade! 

ENCONTROS DE CULTURA DE RUA PELA PAZ

UBUNTU! Eu sou porque nós somos.

Ou, juntos somos fortes, como diz o ditado africano. No Viaduto Cultural Capanema haverá atividades culturais e artísticas, material de pesquisa e eventos temáticos a fim de manter nossa "consciência negra" o ano todo!

Sozinhos não conseguiremos realizar esta obra histórica, mas se cada um doar um pouquinho, logo o viaduto estará revitalizado e a cidade ganhará um centro cultural para conhecer e valorizar a cultura afro em Curitiba e no Paraná.

Ressaltamos que a plataforma de doação é totalmente segura ajuda a concretizar muitas ações como esta! 

Colabore!

 A presença negra e a vitalidade da herança cultural afro em Curitiba e no Paraná vão te surpreender!

O Centro Cultural Humaita tem um calendário de atividades durante o ano, que culmina no dia 20 de novembro com a Festa do Rosário e a lavação das escadarias da antiga Igreja do Rosário dos Homens Pretos de São Benedito.

A luta por isonomia para a comunidade afroparanaense vem alcançando resultados efetivos graças ao reconhecimento e apoio de uma série de instituições. O Centro Cultural Humaita foi agraciado em 2013 pela Câmara de Vereadores de Curitiba com o Prêmio Pablo Neruda de Direitos Humanos e, pelo MinC, com o Prêmio Agente Jovem de Cultura.

Em 2016 recebemos o Prêmio Juventude Viva do Ministério da Justiça, para execução dos Encontros de Cultura de Rua pela Paz, no Viaduto, e o prêmio Papa João Paulo II, pela relevância da ação inter-religiosa empreendida todo dia 20 de novembro, na Festa do Rosário.

Estamos nos especializando em memória negra paranaense e transcrevendo em linguagem poética os saberes garimpados em livros e junto aos mestres e mestras, afim de despertar a curiosidade para a contribuição invizibilizada das etnias afrodescendentes na construção do Paraná. 

Desta forma contamos favorecer um mais amplo acesso a estes saberes e impactar na construção de políticas públicas eficazes que revertam as consequencias nefastas da herança eugenista e racista herdada do período colonial.

Saudações de axé e n'guzo!

Zelador Cultural Candiero

Presidente do Centro Cultural Humaita

Conselheiro Estadual de Promoção da Igualdade Racial
Conselheiro Nacional de Políticas Culturais - Setorial de Culturas Afrobrasileiras

CENTRO CULTURAL HUMAITA

 

Participar é muito, muito fácil. São dois passos:

  1. Escolha o valor da sua contribuição e sua recompensa ao lado
  2. Escolha a forma de pagamento, boleto ou cartão de crédito (parcele em até 6x com parcela mínima de R$ 25).

Formas de Pagamento

Kickante é um site seguro e é um dos maiores sites de crowdfunding do mundo arrecadando fundos para causas nobres no Brasil afora e tirando muito projeto sensacional do papel.

VISITE TAMBÉM O SITE DO CENTRO CULTURAL HUMAITA!

Se você tem PAIXÃO POR CULTURA AFRO, ama ou quer aprender a dançar, tocar, cantar, adora participar de vivências culturais e não vê a hora de ter um Centro de Referência da Cultura Afro em Curitiba, você também pode ir na página do Centro Cultural Humaita e conhecer melhor as nossas atividades culturais!

Lá você vai encontrar também diversos e-books sobre a história negra paranaense e sobre a religiosidade de matriz africana.

Aproveite!

https://informativocentroculturalhumaita.wordpress.com/revitalize/

 

QUER APOIAR MAS ESTÁ SEM GRANA?

Se quer ajudar mas está sem grana, você pode doar seus Cupons Fiscais do Programa NOTA PARANÁ! Veja no site do projeto como funciona.

Ajude-nos a revitalizar o Viaduto Cultural Capanema e, além de transformar uma área degradada da cidade, poderemos compartilhar histórias e vivências interessantíssimas!  

Gratidão!

Juntos somos fortes!

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

PATROCÍNIO

Esta campanha conta com o patrocínio da ACP - Associação Comercial do Paraná, que investiu R$4.000,00 na impressão dos 1000 livros que viabilizam esta etapa da revitalização do Viaduto Cultural Capanema!

Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

 


A hora é agora! Contribua com
Revitalize! Viaduto Cultural Capanema

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook | Informativo Centro Cultural Humaita

Conheça quem está à frente desta campanha

Centro Cultural Humaita
  Centro Cultural Humaita
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.