Abas primárias

ENCONTRO DOS SÁBIOS E SABERES GUARANI

ONGs - São Paulo, SP
kicks
Arrecadados da meta de R$28.000,00
Encerrado!
Campanha flexível

Esta campanha recebeu todos os fundos arrecadados até 21/10/2017.

Recompensas

  • R$40,00

    Apoio o Seminário com R$ 40,00
    Com R$40,00 você contribui para o Seminário
    2 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 12/11/2017

  • R$20,00

    Apoio o Seminário com R$ 20,00
    Com R$20,00 você contribui para o Seminário
    2 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 12/11/2017

  • R$80,00

    Apoio o Seminário com R$ 80,00
    Com R$80,00 você contribui para o Seminário
    Entrega estimada em 12/11/2017

  • R$120,00

    Apoio o Seminário com R$ 120,00
    Com R$120,00 você contribui para o Seminário
    Entrega estimada em 17/12/2017

  • R$200,00

    Apoio o Seminário com R$ 200,00
    Com R$200,00 você contribui para o Seminário
    Uma pessoa kickou.
    Entrega estimada em 12/11/2017

  • R$300,00

    Apoio o Seminário com R$ 300,00
    Com R$300,00 você contribui para o Seminário
    Entrega estimada em 12/11/2017

  • R$500,00

    Apoio o Seminário com R$ 500,00
    Com R$500,00 você contribui para o Seminário
    Entrega estimada em 12/11/2017

SEMINÁRIO

“ENCONTRO DOS SÁBIOS E SABERES GUARANI”

06 A 11 DE NOVEMBRO DE 2017

 

A Associação Aguai Mirim da Aldeia Indígena Guarani da Tekoa  Pyau - Jaraguá, será a protagonista na organização e do planejamento do Seminário, incumbida dos preparativos para receber os indígenas mais velhos, a logística de trazê-los para a organização das atividades e trocas de saberes e toda a captação dos conhecimentos no evento e a disseminação do mesmo pós evento.

Fonte: Confira o Mapa da Terra Indígena Jaraguá (Foto: Comissão Guarani Yvyrupa – CGY)

Síntese sobre a aldeia:

A aldeia Tekoa Payau, está localizada próximo ao Pico do Jaraguá no município de São Paulo. Atualmente conta 125 famílias, com uma população de aproximadamente 700 indígenas, dos quais quase 400 são crianças.

Seu líder Espiritual e Cacique e xamõi Guirá-Pepó - José Fernandes, que orienta os destinos da aldeia, juntamente com um conselho representativo formado em sua maioria por anciões. Como a aldeia está localizada dentro de uma grande metrópole, muitos são os problemas relacionados à interferência branca em seus usos e costumes, além da absoluta carência de recursos naturais para subsistência da população. Nesse sentido, veio a ideia da realização da formação de educadores para o preservar de costumes. 

 

A FORMAÇÃO

O Seminário "Encontro dos Sábios e Saberes Guarani" vem com o grande objetivo de compreender o significado da importância da formação continuada para os educadores Guaranis, com o exercício da prática pedagógica, e também para o fortalecimento da cultura indígena. Há uma discussão referente à combinação de alguns fatores que podem colaborar para que a formação seja de fato significativa tanto para os educadores como a preservação da cultura para os que praticam.

A formação continuada será realizada durante uma semana e será tratada em eixos temáticos da cultura. Para isso, serão convidados sábios e sábias do Povo Guarani, etnia Mbyá, de diversos locais do Brasil para serem os mentores dessa formação e também serão levados em consideração aspectos formais de formação de educadores para intercalar com a sabedoria dos mais velhos.

 

ATIVIDADES – 06 a 11.11.17:

1º dia – Aquecimento Global

Aquecimento Global

No olhar dos sábios e sábias serão abordados: a preocupação que as comunidades indígenas vem sofrendo com isso, como amenizar esses impactos na cultura e qual o papel que os educadores devem desempenhar junto às crianças, jovens e adolescentes.

2º dia – Medicina Tradicional/Plantio

Alimentação  Alimentação     

Neste eixo será discutida com a visão dos mais velhos, a prática do plantio, qual melhor época para a realização da mesma e como deve ser esse plantio para preservar os costumes. Também será abordado o uso diário das ervas medicinais e a questão dos cuidados relacionados ao uso de remédios industrializados que podem não fazer bem a saúde, em especial a saúde da mulher.

3º dia – Artesanato

 Artesanato     

O artesanato é uma fonte de renda que tem um valor tradicional de suma importância que é o fortalecimento da cultura por meio desta prática. Sendo assim, é algo que agrada às crianças e aos demais envolvidos, preservando os costumes que é foco desta formação..

4º dia – A Espiritualidade

  Aldeia

A espiritualidade é algo bem particular e que fica com a competência dos mais velhos preparados para isso. Nesse sentido, durante a formação, todos vivenciarão este momento juntos, aprimorando assim os ensinamentos relacionados à parte espiritual.

5º dia – O Tempo Guarani

Para os Guarani, o tempo se divide em dois ciclos: Ara Pyau (tempo novo) e Ara Ymã (tempo velho); cada qual tem a sua importância na natureza. Primeiramente, ensinam-se as crianças a respeitar cada ciclo da natureza, o que pode e o que não pode ser feito em cada época. Os Guarani se orientam através do tempo, porque ele rege as atividades de plantio, caça, pesca, artesanatos e atividades cerimoniais. No Ara Pyau faz-se mais atividades cerimoniais porque Ara Pyau representa a renovação espiritual da natureza. Por isso, na época do Ara Pyau ocorrem as atividades cerimoniais e as atividades mais relacionadas à Opy (Casa de Reza), como o canto, a dança e o jogo de mangá. Também são realizadas atividades de confecção de artesanato, coletas de frutas e de mel silvestre, e preparação da terra para o plantio. No Ara Ymã as atividades estão mais restritas à caça, armação de armadilhas, contação de histórias e ao artesanato. Ara Ymã é a época em que os Guarani deixam a terra descansar, para que no Ara Pyau recomece o ciclo de plantio e de caça, entre outras atividades.

6º dia - Encerramento

Reunião geral na Opy – casa de reza

*O evento não será aberto à participação do público!

 

AJUDE A PRESERVAR A CULTURA GUARANI!!!

 

ORGANIZAÇÃO e REALIZAÇÃO

A Associação Aguai Mirim da Aldeia Indígena Guarani da Tekoa  Pyau - Jaraguá

Mais informações:

FB: https://pt-br.facebook.com/cecijaraguasp/

MEDIAÇÃO

INSTITUTO ROGACIONISTA SANTO ANÍBAL

O Instituto Rogacionista tem por objetivo junto à comunidade Guarani:

  1. Reafirmar a identidade étnica dos Guarani e a valorização de suas línguas e ciências;
  2. Propiciar experiências de responsabilidade e de compromisso com a sustentabilidade da vida e do ecossistema;
  3. Favorecer a participação Mbya nos sistemas de garantia de direitos dos povos indígenas, em especial a etnia Guarani Mbya;
  4. Possibilitar o acesso às informações, conhecimentos técnicos, científicos e culturais da sociedade nacional e demais sociedades indígenas e não indígenas.

Neste projeto específico de Encontro dos Sábios e Sábias Guarani, o Instituto Rogacionista Santo Aníbal atuará como mediador do projeto, colaborando a “quatro mãos” para o bom andamento de todos os pontos do evento.

Mais informações:

www.institutorogacionista.org.br

Depende de todos nós que estes conhecimentos sejam preservados e disseminados entre os Guarani!

Colabore!


A hora é agora! Contribua com
ENCONTRO DOS SÁBIOS E SABERES GUARANI

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook | CECI Jaraguá | Instituto Rogacionista Santo Aníbal | Blog Instituto Rogacionista

Conheça quem está à frente desta campanha

Instituto Rogacionista Santo Aníbal
  Instituto Rogacionista Santo Aníbal
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.