Abas primárias

Apoie Harpistas Mirins a tocarem na França

ONGs - Vassouras, RJ
kicks
Arrecadados da meta de R$60.000,00
ONG Amiga
Campanha flexível

Esta campanha irá receber todas contribuições em 27/01/2020.

Recompensas

O HarPIM Ensemble, grupo musical formado por jovens harpistas do interior do Rio de Janeiro, foi convidado para participar do Festival Harpes au Max (http://www.harpesaumax.com/en/), um importante festival internacional de harpas em Ancenis, na França, de 14 a 17 de maio de 2020.

As integrantes do grupo selecionado são crianças, adolescentes e jovens de 8 a 19 anos, estudantes de música, em diferentes níveis de desenvolvimento no instrumento. Algumas tocam harpa há mais de cinco anos, outras começaram este ano. O grupo é formado por cinco alunas e a professora de harpa do PIM - Programa Integração pela Música, programa social que oferece gratuitamente aulas de música para a comunidade de Vassouras-RJ e arredores (http://www.pim-org.com/). O PIM tem atualmente 11 alunos de harpa com idades de 5 a 19 anos. 

Vassouras fica no Vale do Paraíba fluminense - conhecido como Vale do Café - e sua população é de menos de 35 mil habitantes. O PIM é um dos poucos programas sociais no Brasil que oferecem aulas de harpa, tendo quatro harpas em seu acervo, sendo duas delas de concerto e duas celtas, de tamanho menor, bastante adaptáveis a mãos pequeninas. É também no PIM onde atualmente está sendo montada a primeira biblioteca de harpa aberta ao público no Brasil, tendo já recebido doações do mundo todo. Sonhamos em nos tornar um pólo nacional de formação e expansão da harpa, esse instrumento maravilhoso!!

Alunas de harpa em frente ao prédio do PIM em Vassouras

 

Acreditamos que o intercâmbio entre jovens músicos de países e culturas diferentes só tem a enriquecer a vida de nossos jovens e de suas famílias e comunidade em geral, abrindo espaço para novas ideias, novos horizontes, gerando motivação e dando foco para a vida, quer estas crianças decidam se tornar músicos profissionais ou não.

O Festival Harpes au Max não é um festival competitivo ou meramente comercial. Algumas apresentações serão feitas em locais como hospitais, asilos e escolas. Outras acontecerão em grandes salas de concerto. O objetivo do festival é unir culturas e estilos diferentes, músicos iniciantes e profissionais, jovens ou não em uma celebração da harpa (daí o nome "Harpas ao Máximo"), já que a região foi berço de uma das maiores fábricas de harpas do mundo, a CAMAC Harpes.

HarPim Ensemble

O valor arrecadado nesta campanha será usado para gastos com passagens aéreas do grupo até a França, documentaçâo de viagem e transporte terrestre até a cidade de Ancenis. Já contamos com muitos colaboradores voluntários e apoiadores que acreditam no projeto e estão doando seu tempo e trabalho para ver esse sonho acontecer!! 

 

Estamos muito felizes com o convite e ansiosos para viver esta experiência incrível!! Você pode nos dar uma mãozinha?

 

Eu sou Rayana do Val, harpista, criadora dessa campanha e professora de harpa do PIM há cinco anos, apaixonadíssima pelo meu instrumento, pela sua divulgação e continuidade. Amo a profissão de professora e acredito que a música seja essencial para a transformação da nossa sociedade. Você pode conhecer mais sobre o meu trabalho e me seguir nas redes sociais: @rayanaharpista. Assim você fica por dentro das novidades da campanha e acompanha a nossa sonhada viagem!!

 

Leia algumas mensagens que recebemos de nossos apoiadores

 

"Caros amigos, sou parceiro do PIM/Vassouras, incrível programa de integração musical desde 2001. Durante todos esses anos acompanho de perto como professor de Flauta, o trabalho maravilhoso que se desenvolve nessa cidade, ensinando música para jovens não só da cidade como para a região Sul Fluminense. Neste momento a boa notícia é que vários alunos e a professora de Harpa foram convidados para participarem de um Festival Internacional de Harpas a realizar-se no ano que vem de 14 a 17 de maio em Ancenis, França. O festival "Harpes au Max" não é um festival competitivo ou meramente comercial. Algumas apresentações serão feitas em locais como hospitais, asilos, escolas e têm como objetivo unir culturas e estilos diferentes, músicos amadores e profissionais, jovens ou não em uma celebração da Harpa, daí o nome "Harpas ao Máximo ". Conheçam melhor o projeto acessando https://www.kickante.com.br/campanhas/viagem-harpistas-mirins-franca. Qualquer dúvida contacte o PIM (24) 98816-9320 Whatsapp." (Celso Woltzenlogel, Primeiro Flautista da Orquestra Sinfônica Nacional, Professor Titular da Escola de Música da UFRJ)

 

 

"Hoje é um convite a darmos as mãos e fazermos uma coisa linda juntos, vamos?Os harpistas mirins do PIM vão para a França em maio. PIM é um projeto social de integração pela música. AMO O PIM! ❤ É um trabalho lindo, incansável de Célia e Cláudio Moreira. Acompanhei crianças de periferias rurais em situação complicada se transformarem em solistas, estudarem na Europa, transformarem o olhar. Rayana Do Val é uma professora de harpa excelente, e um orgulho para o Rio, com sua dedicação e talento. O PIM é um dos poucos projetos sociais no Brasil que mantém aulas deste instrumento lindo, que por sua complexidade e propriedades sonoras sempre ajudou a formar cérebros ágeis, com asas para voar, desde a antiguidade mesopotâmica, judaica, romana, celta, européia, passando pelas monarquias até hoje. Sabiam que a Princesa Isabel que proclamou a Lei Áurea, a da LINDA LIBERDADE, tocava harpa? E, que uma das alunas de Rayana do Val, no PIM já recebeu UM PRÊMIO INTERNACIONAL? É Aline Monsores da foto!!  Eles merecem. Vamos separar um pouco e ajudar?  ❤ ❤ ❤Sei, com 42 anos de profissão, que a MÚSICA TRANSFORMA, é um grande aliado de desenvolvimento, a exemplo do que aconteceu na China  a revolução cultural e de prosperidade a partir da música clássica  e também de países com alto índice de qualidade de vida onde o estudo de música é obrigatório. Juntos temos como fazer o que sabemos e acreditamos, e esta é uma daquelas pequenas oportunidades que se transformam em grandes histórias." (Cristina Braga, Primeira Harpista da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Professora Titular da Escola de Música da UFRJ)  

 

Confira os vídeos que recebemos de nossos apoiadores!!

 

 

 

 

Vídeos de agradecimento aos apoiadores!!

 

 


A hora é agora! Contribua com
Apoie Harpistas Mirins a tocarem na França

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook | Instagram

Conheça quem está à frente desta campanha

PIM - Programa Integração pela Música
  PIM - Programa Integração pela Música
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.