Abas primárias

VT Expresso - O McDonalds do vídeo rápido

Inovação - Manaus, AM
kicks
Arrecadados da meta de R$69.000,00
Campanha flexível

Esta campanha irá receber todas contribuições em 17/09/2018.

Recompensas

 Imagine que você está com tanta pressa que precisa “se abastecer” com o carro em movimento. Então, você procura um McDonalds, vira no Drive Thru e inicia um processo simples e muito rápido:  

  1. Dirige contornando o prédio
  2. Pára na primeira janelinha à esquerda, escolhe o que quer comer e passa o cartão 
  3. Dirige mais alguns metros e recebe o lanche encomendado 

Tudo isso em menos de 5 minutos.

 Agora, avance para o futuro e imagine se pudesse fazer algo parecido sempre que precisasse de um vídeo urgente para:

  • Veicular na TV
  • Postar nas redes sociais
  • Mostrar aos visitantes de sua empresa
  • Apresentar para compradores em outros estados ou países
  • Treinar funcionários

 Este é o sonho de milhares de agências de publicidade, emissoras de TV  e de empreendedores ou inovadores mundo afora.  

Em 30 anos trabalhando na área de vídeo, senti na pele os quatro itens que representam o maior desperdício de dinheiro, tempo e energia:  as reuniões, telefonemas, email e Whatsapp - essa confusão de informações que precedem a produção de vídeo e  provoca muito retrabalho.

Foi essa dor diária que me impulsionou a criar um processo extremamente simples e rápido de produção de vídeo. Um sistema que permitisse ao cliente, do local em que ele estivesse:  

  • Fazer seu pedido de video
  • Passar o cartão
  • Receber o vídeo em pouquíssimo tempo

 

E quem é este cara pra imaginar isso?

Prazer. Eu sou Idenilson Perin. Aos 15 anos, descobri minha vocação ao editar com um grupo de colegas uma revista interna no Seminário Santíssimo Redentor, em Ponta Grossa-PR. Três meses depois de deixar o Seminário, entrei numa redação de jornal e fui picado pelo bichinho da comunicação.

Passei por cabine de rádio até chegar à televisão e ficar perdidamente apaixonado pela comunicação que atinge os olhos, ouvidos e o coração das pessoas.

Foram 16 anos muito felizes e produtivos como repórter da TV Globo e afiliadas. 

Trabalhei em Maringá, Curitiba, Brasília, Belo Horizonte e Nova York. Fui correspondente na Amazônia, onde minhas reportagens conquistaram três importantes prêmios nacionais e internacionais:

   

Em 2004, deixei a Globo para construir do zero uma produtora de documentários no Amazonas. Não demoraria muito para a Amazon Picture passar a fazer VTs publicitários e vídeos institucionais para as empresas do Polo Industrial de Manaus.

A Amazon Picture, que nasceu na garagem de casa, é a única produtora de vídeo certificada com a ISO 9001:2015 do Norte/Nordeste do Brasil.

Foram mais de 1.000 vídeos produzidos até agora, incluindo documentários e séries como:

  • FILHOS DO JAÚ, documentário de 45 min. nacionalmente pela TV Cultura, em 2012
  • MEU PEQUENO MUNDO, série documental de 13 episódios de 13 min. cada exibido nacionalmente em 2018 pela EBC, TV Cultura e TVs universitárias
  • ÍNDIO PRESENTE, série documental de 13 episódios de 26 min. cada, exibido nacionalmente em 2018 pela TV Futura, EBC, TV Cultura e TVs universitárias - http://www.indiopresente.com.br/

 

O parto de um VT

Em cada um dos vídeos, a dor sempre foi a mesma. Muita conversa e pouca ação. 

Mas principalmente nos vídeos curtos, simples, essa relação de desperdício de tempo e dinheiro era extremada. 

Como funciona uma produção normal?

O caminho normalmente percorrido por um vídeo publicitário, por exemplo, é o seguinte:

  1. O cliente liga para a TV perguntando como faz pra anunciar no intervalo comercial
  2. A TV diz que só disponibiliza o espaço, não faz a filmagem, e manda o cliente ligar pra uma agência de publicidade para fazer a programação e produzir o vídeo. Por ética, não informa qual agência o cliente deve ligar
  3. O cliente procura no Google e liga pra duas ou três agências  que explicam o processo e agendam uma visita
  4. O atendimento da(s) agência(s) faz(em) a primeira reunião de diagnóstico com o cliente
  5. A agência faz um orçamento de veiculação do comercial
  6. A agência faz uma cotação com uma ou mais produtoras de vídeo
  7. A agência envia para o cliente os dois orçamentos: de veiculação (TV) e de produção (produtora de vídeo)  
  8. Cliente e agência negociam e ajustam os valores por telefone ou pessoalmente
  9. A agência renegocia valores com a produtora de vídeo
  10. A agência informa ao cliente que conseguiu ajuste nos valores e envia o cronograma de produção e veiculação
  11. A agência desenvolve o roteiro do VT e o envia para o cliente 
  12. O cliente revisa e aprova
  13. A agência envia o roteiro para a produtora
  14. A produtora faz a filmagem, locução, trilha sonora, edição, pos-produção e envia para a agência
  15. A agência revisa o VT e aprova ou pede mudanças
  16. Se houver mudanças, a produtora reedita e manda de novo para a agência
  17. Depois de aprovado, agência envia o VT para o cliente
  18. O cliente aprova ou pede mudanças
  19. Se pedir mudanças, fala com agência que fala com a produtora, que faz a mudança e envia para a agência que envia novamente para o cliente
  20. Aprovado, a produtora gera o vídeo em alta definição e o ajusta no formato a ser exibido na televisão
  21. A produtora entrega o video na emissora de TV
  22. Finalmente, a emissora de TV exibe o comercial.

Quando é muito urgente, este processo costuma demorar mais de 15 dias. A maior parte do tempo - entre 10 e 12 dias - é desperdiçado com reuniões e discussões. Apenas 3 ou 5 dias são efetivamente investidos na produção do comercial, a partir do roteiro.

 

 

Uma ferramenta simples e revolucionária

Durante os últimos 5 anos, eu estudei como eliminar - ou pelo menos reduzir enormemente - este tempo desperdiçado e informações espalhadas por reuniões, telefone, email e Whattsapp. 

No ano passado, comecei a transferir o rigor de produção exigido pela ISO 9001:2015 para um processo muito simples de produção de vídeo desenvolvido na internet.

Foi aí que nasceu o VT Expresso. O site funciona como a janelinha do McDonalds. Você vê o menu, faz o pedido do vídeo com as especificações (duração, roteiro, locutor, estilo etc), passa o cartão e recebe seu VT em:

  • 4 horas para animação de logotipo
  • 6 horas para VTs cartelados de até 15 segundos
  • 10 horas para VTs cartelados  de 30 Segundos

 

Estamos construindo agora a linha de produção de lanches, ops, de vídeos. 

É a cozinha, o sistema que vai gerenciar todo o processo: vai pegar o pedido, levar para nossos editores, verificar se o vídeo foi feito exatamente de acordo com as especificações e entregar para o ciente, que pode ser agência de publicidade, emissora de TV ou o cliente final mesmo - aquele que quer vender seu produto ou serviço na TV, nas redes sociais, no seu site ou e-commerce.

O sistema automatiza e reduz em mais de 95% o tempo desperdiçado antes da produção. Graças ao processo bem azeitado, o VT Expresso consegue entregar em horas vídeos que levariam muitos dias para serem produzidos.

Mas existe ainda outra mágica. Como diria Steve Jobs, “mais uma coisa”: com a economia de tempo e de retrabalho com informações desencontradas, o custo de produção de vídeo cai drasticamente. E este valor será repassado pro cliente. 

Uma produtora de vídeo normal cobra de 1.500 a 3.500 reais pela produção de um VT de 30 segundos cartelado ou animado (aqueles de oferta de supermercado). No VT expresso, o valor de um vídeo como este é de 600 reais.

Já fizemos a janelinha do McDonalds - www.vtexpresso.com.br - e estamos atendendo.

 

 

E o que é que eu tenho com isso?

Depois de investir minutos preciosos lendo tudo isso, você tem duas opções:

  • Ignorar solenemente o que leu
  • Ou se envolver neste projeto

Se escolher a primeira opção, vá para outro projeto no Kickante ou para o próximo site, pegue  um livro ou o controle da TV. E esqueça. Seja feliz.

Se decidir se envolver, eu te agradeço profundamente pelo voto de confiança e por ajudar a tirar do papel uma ideia que vai revolucionar a produção de vídeo.

De novo, você escolhe como se envolver. 

Há dois modos. O primeiro é ser um incentivador virtual. Visite www.vtexpresso.com.br, navegue pelo site e nos fale o que achou, o que vai funcionar e o que precisa ser melhorado. Nos siga nas redes sociais, curta nossas páginas e compartilhe  o projeto com seus amigos do Facebook, no LinkedIn, no Instagram. Enfim, nos pegue pelo braço e faça muito barulho.

O outro jeito é apoiando financeiramente o projeto - e ganhando tempo e dinheiro com isso. Compre uma das recompensas listadas no projeto. As recompensas vão servir pra gente construir a cozinha e contratar e treinar dúzias de funcionários. 

Cada recompensa adquirida, por menor que seja, tem a gratidão eterna minha e de milhares de publicitários, profissionais das emissoras de TV e empresários que não tem tempo nem dinheiro a perder e que serão positivamente impactados pelo VT Expresso.

Mas eu quero que você prove os primeiros lanches com sabor especial, ops de novo, os primeiros vídeos com desconto especial.

Em junho, vamos entregar um VT de até 30 segundos por dia a quem adquirir as recompensas de vídeo. Neste caso, os primeiros serão realmente os primeiros. 

Se você comprar a primeira recompensa de vídeo, recebe no dia seguinte, depois que entrarmos em contato para receber todas as informações necessárias para criar um video que nos encha de orgulho pela qualidade e que você exiba de peito estufado

Esta é a rapidez e qualidade que queremos que você experimente em primeira mão. 

Mas tem outra coisa melhor ainda. Enquanto durar o projeto pela Kickante, cada recompensa em vídeo está com 10% de desconto sobre o preço do site, que ja era imbatível.

É a nossa forma de dizer muito obrigado a você pela confiança e por nos adotar precocemente.

Quanto mais cedo você adquirir a recompensa, mais cedo vai receber seu vídeo editado por profissionais competentes, qualificados e - como eu e você - extremamente comprometidos em fazer a diferença no mundo.

Vamos juntos? Bora rápido? 

Kicka aí.

  


A hora é agora! Contribua com
VT Expresso - O McDonalds do vídeo rápido

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook | VT Expresso | Amazon Picture | LinkedIn

Conheça quem está à frente desta campanha

idenilson Perin
  idenilson Perin
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.