A vida que não me contaram
Bianca Souza Ávlis
São Paulo - SP
VaquinhaCinema, Vídeos e TV
R$ 1.130,00 da meta de R$ 10.000,00
0%


A vida que não me contaram é nosso TCC do curso Bacharelado de Audiovisual do Senac.

Somos uma equipe majoritáriamente de mulheres que quer muito retratar esse não lugar que é o final da faculdade. O início da vida adulta pode ser assustador, mas queremos também retratar a leveza em um filme de formação de personagem, por isso optamos pelo gêbero da dramédia.

Construímos a Ana (nossa protagonista) para que você possa se identificar, rir e refletir sobre esse momento tão emblemático na vida de qualquer pessoa.

É muito fácil participar.

Finalize em segundos!

Mais de 2 milhões de brasileiros

Pagamento seguro

Parcele em até 12X



Ana está se formando na faculdade de artes (mesmo que ninguém ao seu redor saiba qual a vertente artística ela estuda), ao mesmo tempo tem que lidar com um prazo que está chegando para mudança de sua república.

E se ainda fosse pouco, tem sua família que nem sempre a enxerga, sempre a deixa insegura e fazendo se sentir comparada a seu primo, Diogo, também se formando, mas num curso de engenharia que sua família valoriza.

Seu medo de aceitar quem realmente ela é e a solidão de ter que encarar seus próprios desafios na vida adulta têm se ressaltado mais nos últimos dias com decisões e rumos que sua vida tem tomado. 

Vivendo esse não-lugar, insegura, sem saber para onde ir (na sua vida profissional quanto com a mudança de apartamento), Ana se envolve nos dramas que se intensificam com o estresse, como perder o ônibus para a faculdade no dia de orientação, estar sem café em casa, seu amigo que mora no mesmo apartamento que não dá atenção para ela, sua busca por alguém para conversar… Além de claramente se irritar com o espelho que sua melhor amiga, Anna, é para ela de uma imagem que ela sente não alcançar e que a irrita de como Anna se espalha pelo espaço, com sua personalidade pelos cantos, principalmente no sofá cheio de roupas na sala de estar quando Ana está em busca de alguém para ocupar seu lugar no apartamento.

Em meio às paredes do seu quarto, e seu coração, lotados de coisas que não lhe pertencem, Ana começa a se conhecer e aprender que a única forma de entrar nesse abismo é saltar. Para quebrar as barreiras de se apreender novamente de quem ela realmente quer ser. E contar com pessoas que pode confiar, como sua melhor amiga, Anna, que sempre a puxa para a realidade e sua prima, Camila, que está de passagem por São Paulo e, que apenas nessa breve passagem abre os olhos de Ana para começar a ver e aceitar os vestígios de si própria.



Fazer um filme requer gastos com inúmeras áreas!
Quando você apoia nosso projeto, além de nos ajudar a realizar um sonho, está impulsionando o cinema nacional.

É importante que o brasileiro possa se ver nas telas do cinema, e com sua pequena ajuda ao nosso curta-metragem está dando um grande empurrão na nossa carreira.







Aqui listamos os nossos gastos e como será usado o dinheiro usado com o objetivo de gravarmos em uma locação dedicada e com a cara do nosso filme, com base em R$14.000,00 (uma vez que além da vaquinha, temos fontes de arrecadação secundárias, como doces, bijuterias...)



*higiene e cuidados 0,7%
*distribuição 1,9%
*equipamentos extras em cotação

Observação: Conforme o orçamento for atualizado, será alterado o gráfico aqui também.