Vamos para a Itália fazer ciência com Prof. André
Prof. Dr. André O. Souza
Barreiras - BA
VaquinhaCiênciaEducação
R$ 2.650,00 da meta de R$ 12.000,00
0%
Olá a tod@s,

Meu nome é André O. Souza, sou Professor na Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) e estou fazendo essa campanha para viabilizar minha participação de um evento científico na Itália.

Antes de eu apresentar a importância desse evento para minha vida profissional e pessoal, deixa eu me apresentar:

Quem é o Prof. André? 

Sou graduado, mestre e doutor em Geografia pela UFSCar e UNICAMP, respectivamente. Atualmente sou Professor na UFOB campus Barreiras-BA, onde leciono disciplinas relacionadas à Geografia Física. Sou oriundo da escola pública, universidade pública e que sempre sonhou em ser cientista (eu assitia Indiana Jones e queria encontrar uma múmia). Também sou pai de uma gatinha (Bertha) e duas cachorrinhas (Aila e Frida), além de esposo da Ray.

Hoje, me vejo orgulhoso de onde cheguei, mas quero "voar mais alto" e, certamente, este é o principal motivo dessa "vaquinha" online.

Durante toda a minha formação sempre almejei ser um grande cientista e, para alcançar esse objetivo, percebi ao longo da trajetória que seria necessário construir redes de colaborações com diversos outros pesquisadores. Pois bem, um dos meios para construir essas redes é a participação em eventos acadêmicos de relevância científica, onde há oportunidades de discutir diferentes ideias sobre um determinado assunto.

Assim, recentemente, fui convidado para apresentar minhas pesquisas em um evento na Itália, mais especificamente, na Universidade de Nápoles (muito chiiiquee 😅).


Mas o que eu pesquiso? 

Minhas atuais pesquisas investigam transformações em deltas e estuários na costa brasileira (chamados de Ambientes Transicionais), considerando o importante papel que os rios tem/teve no transporte de sedimentos do continente para o litoral nos últimos 500 anos. O "pano de fundo" da pesquisa está alicerçado em como esses ambientes responderam e responderão às interferências no balanço sedimentar continente-oceano resultante de eventos climáticos (pulsos climáticos, mudanças climáticas, etc..) e antrópicos, considerando o intervalo de tempo da Pequena Idade do Gelo até o presente. A ideia é entender o comportamento desses sistemas ambientais, projetar cenários futuros e mitigar os efeitos das Mudanças Ambientais.

É sobre isso que irei falar nesse evento! 

Um pouquinho mais sobre meus trabalhos, só acessar o link:
http://lattes.cnpq.br/2014645177697607

Sobre o evento científico:

O encontro ocorrerá entre 02 e 06 de Maio de 2022 na Universidade de Nápoles Frederico II e reunirá pesquisadores Brasileiros e Italianos (sou o único da UFOB).

Em recente cotação, encontrei os seguintes valores médios:

Passagem avião: R$ 3.500,00
Hotel/Hostel: R$ 2.500,00
Diárias para alimentação, transporte, seguro viagem: R$ 6.000,00

O maior problema é o preço do Euro que está elevadíssimo!
Quando cotei ele estava por volta dos R$ 5,78

Nossa, mas você é Professor Universitário, como assim não tem dinheiro para isso? Vamos lá que eu explico em 3 pontos.

É um grande desafio fazer pesquisa no Brasil e, os poucos recursos ficam restritos a algumas regiões do Brasil, como o Sudeste, e a Pesquisadores que estão atuando há muito mais tempo e, portanto, construíram melhores currículos. Esse é o Ponto 1: Meu currículo AINDA é jovem e pouco competitivo quando comparados com aqueles que já estão há anos na academia. Mas como ter currículo se não tem dinheiro para pesquisar, publicar e participar de eventos?

Ponto 2: O salário do Professor Universitário é bom, mas não é lá o melhor do mundo (no portal transparência está lá meu salário), não consigo arcar com todas as despesas para a minha ida à Itália e ainda ter dinheiro para gastos pessoais (aluguel, convênio médio, água, luz, etc..). Há de se considerar também o quanto é perverso ter que custear, com o próprio salário, pesquisas acadêmicas que certamente auxiliarão na resolução de problemas da sociedade.

Ponto 3: Por fim, a cada ano que passa mais recursos são cortados das universidades, inviabilizando atividades de pesquisa como as que são preteridas por mim. 

A solução: 

Eis que surgiu a ideia de criar uma "vaquinha" online, pois sei que assim conseguiria custear parte ou totalmente meus gastos com a ida para o encontro. Além disso, confio no poder que o coletivo tem em fazer mudanças na vida de pessoas e da sociedade de modo geral.

Tá bem, mas por quê isso é importante pra o Prof. André?

Trata-se de sonhos e utopias!

Meu sonho sempre foi ser um grande cientista, estou longe ainda, mas conseguindo construir as pontes. Consegui concretizar grande parte dos meus sonhos, embora ainda não tenha encontrado uma múmia como o Indiana Jones. E, sinceramente, não pretendo parar onde estou (ficou bem coaching, mas tudo bem). Sempre digo que serei Professor de Oxford!

Ainda sou utópico e imagino que o conhecimento e a ciência podem melhorar a vida das pessoas e, tal como muitas pesquisas, acredito que as minhas também poderão mudar a vida de pessoas. Bem utópico né? Mas, o que seria da vida sem utopias?

Meus querid@s, conto muito com a colaboração de tod@s.
Para todos que ajudarem nessa tarefa, sintam a vontade para combinarmos alguma "recompensa" (faço até dança de TikTok).

PS: Minha apresentação será transmitida online, via Instagram😜

É muito fácil participar.

Finalize em segundos!

Mais de 2 milhões de brasileiros

Pagamento seguro

Parcele em até 12X

Fale com a Kickante

A mais completa plataforma de
Crowdfunding do Brasil

R$ 2.650,00
da meta de R$ 12.000,000%

Encerrada!

Prof. Dr. André O. Souza
Barreiras - BA
VaquinhaCiênciaEducação
Campanha encerrada em 14/04/2022

Campanha Flexível

Destaque

Marco Antonio Furlan Grigoleto

1º Kick

R$ 100,00

Henrique Eihara

Maior Kick

Ana Paula Doriguelo Franco

+ Recente

+ 2 milhões

de brasileiros participando na Kickante

Mais de 300 milhões de reais

Contribuídos para projetos variados

+ 100 mil projetos

São milhões de brasileiros impactados!

Painel Transparente

Veja o status real de toda contribuição.