Abas primárias

Bioconstrução na Horta Mandala do Acampamento M

Comunidade - Valinhos, SP

O acampamento “Marielle Vive” localizado no município de Valinhos (região metropolitana de Campinas) teve seu surgimento em abril de 2018, contando hoje com mais de 700 famílias. Neste espaço de luta e resistência pelo território encontram-se pessoas que acreditam em um outro modo de viver e se relacionar com a terra que se contrapõe ao modelo convencional que estamos acostumados a vivenciar na cidade. Esses sujeitos possuem uma relação direta de produção e consumo através do cultivo e da utilização de terras para uma alimentação agroecológica dentro da própria comunidade.

Além destes pontos, a comunidade se organiza em alguns ambientes coletivos, sendo esta uma característica central da filosofia do MST, pois o trabalho no movimento é de extrema importância para que eles produzam sua cultura e coloquem em prática o sistema social que almejam “terra para quem nela trabalha” (Lema do Movimento). Dentre estes espaços coletivos, o acampamento conta com uma horta comunitária com produção agroecológica de plantas, verduras e legumes, autogerida pelos próprios moradores do Marielle Vive.

Este espaço recebe o nome de “Horta Mandala” e conta ainda com uma produção pequena, com o consumo do plantio direcionado às famílias do acampamento, devido à certas dificuldades pela falta de água. Todavia, utilizam-se de técnicas e manejo que geram resultados promissores para a possibilidade de comercialização futura destas colheitas.

Com este cenário, surgiu a necessidade da criação de um espaço que atenda às demandas de produção da horta, ampliando as oportunidades de trabalho no acampamento. O sonho é ter um espaço físico para trabalhar, explorar limites e poder produzir e comercializar cestas agroecológicas. Nós, apoiadores do acampamento Marielle Vive, em parceria com a Oficina Colaborativa de Bambu, tivemos a iniciativa de criar um Galpão na comunidade tendo como pilar a Bioconstrução.

A proposta é que a construção da estrutura seja oferecida em formato de curso para os jovens do acampamento, junto com moradores/as e interessados/as na formação, realizando trocas de experiências com base nas técnicas da Bioconstrução. Queremos envolver principalmente os jovens para que possam ser futuros multiplicadores deste conhecimento, gerando renda e autonomia dentro do acampamento.

O recurso da Kickante será destinado à construção desse espaço de 5m x 5m com estrutura em bambu e a compra de ferramentas que ficará para os jovens da comunidade após o curso.

Chegamos em dois valores de custo, o primeiro de 6.268,00 R$ (valor que permite a compra de todos os materiais e ferramentas) e o segundo valor que chamamos de “abundante” é de 10.000,00 R$ (com este valor podemos comprar todos os materiais necessários e auxiliar com custos dos apoiadores que estão envolvidos na organização deste curso).

Além disto, estamos abertos à doações de ferramentas e/ou materiais. Vamos disponibilizar uma planilha com todos os materiais que será utilizado no curso.

O curso terá duração de quatro dias e será ofertado na segunda semana de dezembro deste ano. Somos gratos/as a colaboração de todos/as que estão envolvidos neste projeto. Que possamos juntos levar um horizonte de oportunidades de trabalho e aprendizado para a juventude do Marielle Vive.


A hora é agora! Contribua com
Bioconstrução na Horta Mandala do Acampamento M

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook

Conheça quem está à frente desta campanha

Sueli Alves Moreira
  Sueli Alves Moreira
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.