Abas primárias

Piracicaba nos tempos da ditadura

Livros - Piracicaba, SP
kicks
Arrecadados da meta de R$12.000,00
Encerrado!
Campanha flexível

Esta campanha recebeu todos os fundos arrecadados até 26/04/2014.

Recompensas

  • R$10,00

    capítulo do livro
    Doando R$ 10,00 você recebe um capítulo do livro, via e-mail, para conhecer um pouco melhor o conteúdo desta obra.
    8 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 03/05/2014

  • R$45,00

    1 livro
    Doando R$ 45,00 você receberá um exemplar do livro em sua casa ou poderá retirá-lo no ato de lançamento, em Piracicaba.
    187 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/05/2014

  • R$100,00

    1 livro mais adesivos
    Doando R$ 100,00, você recebe 1 exemplar do livro e mais 5 selinhos adesivos "Piracicaba, a história não admite segredos".
    19 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/05/2014

  • R$200,00

    3 livros mais adesivos
    Doando R$ 200,00, você recebe 3 exemplares do livro e mais 10 selinhos adesivos "Piracicaba, a história não admite segredos".
    20 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/05/2014

  • R$1.500,00

    uma palestra
    Você terá uma palestra sobre 1964 em Piracicaba por dois autores do livro e mais 3 exemplares da publicação.
    Uma pessoa kickou.
    Restam 4 kicks.
    Entrega estimada em 01/05/2014

Campanha para a Produção do Livro Piracicaba, 1964

Em agosto de 2013, em parceria com o Instituto Histórico e Geográfico de Piracicaba, jornalistas e pesquisadores acadêmicos deram início à produção de um livro sobre o que ocorrera na cidade em 1964, com o golpe militar. Em fevereiro de 2014, quando a obra já estava finalizada e pronta para impressão, o IHGP desistiu de sua publicação, sem dar qualquer justificativa a seus autores.

Ao contrário do que muitos imaginam, o golpe militar produziu efeitos nas cidades médias e pequenas, embora poucos estudos existam sobre elas. Em Piracicaba, houve prisões, censura, pressões, constrangimentos, cassações políticas, pessoas que perderam seus empregos, relações de proximidade entre as forças repressivas e o empresariado, muitos foram vigiados e monitorados ao longo dos anos sem explicação.Se você que concorda que episódios históricos fundamentais deste país precisam ser recuperados, contados e preservados; que a livre opinião  é valor essencial de uma sociedade democrática; que o debate é fundamental à democracia e precisa ser cultivado e incentivado responsavelmente, fortaleça nossa iniciativa, fazendo sua doação para que o livro seja publicado e se conheça um pouco mais do que ocorreu à época do golpe militar em cidades do interior do país.

Valor a ser arrecadado

R$ 12.0000 – este é o valor que cobrirá os custos de impressão, de produção dos selinhos adesivos e correios e o percentual da Kickante. O grupo de autores já assumiu os custos de diagramação, capa, divulgação e lançamento do livro. O valor total, se arrecadado, permitirá que 50 exemplares sejam distribuídos entre bibliotecas e centros de pesquisa da região.

O livro Piracicaba, 1964 – o golpe militar no interior terá cerca de 400 páginas, ilustrado com imagens da época. A capa é de Domênico Massareto.

Já alcançamos a meta, mas você ainda pode contribuir!

Em menos de uma semana, as contribuições superaram os R$ 12.000. Mas isto não significa que a campanha terminou!!!!!!! Quanto mais arrecadarmos, maior será a tiragem do livro. E maior o número de exemplares que poderemos distribuir gratuitamente a bibliotecas e escolas de Piracicaba e região. Além do que, colaborando, você poderá garantir, antecipadamente, o seu exemplar, entregue em sua própria casa. 

Além disso, ao longo da campanha, conseguimos o apoio da Editora UNIMEP, que dará seu selo para a publicação do livro, um aval para a qualidade e interesse na publicação da obra. O envolvimento da Editora não implicará em aporte financeiro: a publicação será custeada integralmente com o que for arrecadado pelas contribuições feitas através deste site.

Quem somos nós, os autores do livro, que conhecemos e vivemos em Piracicaba

  • Beatriz Vicentini (que também assinou livros e artigos como Beatriz Elias) – Organizadora – jornalista, menções honrosas do Prêmio Vladimir Herzog (1998 e 2013), menção honrosa do Prêmio Esso (1998), vários livros publicados, assessora de imprensa da Universidade Metodista de Piracicaba entre 1979 e 2006.
  • Caio Albuquerque, jornalista, mestre em Comunicação Social pela UNESP.
  • Ely Eser Barreto César, doutor em Teologia pela Emory University , vice reitor da UNIMEP entre 1991 e 2002.
  • Orlando Guimaro Junior, advogado, especialista em Direito Contratual pela PUC-SP.
  • Otto Dana, padre, doutor em Sociologia pela UNESP, professor aposentado da UNESP, pároco da Catedral de Piracicaba entre 1971 e 2006.
  • Patrícia Polacow, jornalista, doutora em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo.
  • Luiz Fernando Amstalden, sociólogo, doutor em Ciências Sociais pela UNICAMP.

Campanha de Financiamento coletivo do livro Piracicaba nos Tempos da Ditadura

Quer apoiar outras Campanhas da Kickante?

Veja todas as nossas campanhas de crowdfunding e colabore com uma que você se identificar!

Quer criar a sua Campanha com Kickante? 

Acesse criar campanha de crowdfunding e transforme o seu sonho em realidade!

 


A hora é agora! Contribua com
Piracicaba nos tempos da ditadura


Conheça quem está à frente desta campanha

Beatriz Vicentini
  Beatriz Vicentini
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.