Abas primárias

S.O.S Subcultura Records

Pequenos negócios - Campo Grande, MS
kicks
Arrecadados da meta de R$35.000,00
Encerrado!
Campanha flexível

Esta campanha recebeu todos os fundos arrecadados até 08/01/2017.

Recompensas

  • R$25,00

    Pastelada infinita
    Vamos festejar a volta da subcultura com a nossa pastelada infinita, uma festa onde você pode comer pastéis (sabores variados) a vontade, sem preocupaçao com tempo e ainda curtir musica ao vivo e discotecagem. O local da festa sera divulgado após a campanha para cada um que participou.
    Entrega estimada em 20/02/2017

  • R$50,00

    Agradecimento + Dvd com diversos momentos da Subcultura Records
    Seu nome em um caderno de agradecimentos que ficará permanente na loja + um Dvd exclusivo com diversos momentos e shows realizados na Subcultura.
    Entrega estimada em 10/02/2017

  • R$80,00

    Agradecimento, camisa + Dvd com diversos momentos da Subcultura Records
    Seu nome em um caderno de agradecimentos que ficará permanente na loja + uma camisa (com cor à escolha) e um Dvd exclusivo com diversos momentos e shows realizados na Subcultura.
    Uma pessoa kickou.
    Entrega estimada em 10/02/2017

  • R$20,00

    Agradecimento
    Com sua contribuição colocaremos seu nome em um caderno de agradecimentos que ficará permanente na loja.
    2 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 30/01/2017

  • R$50,00

    Agradecimento + Camisa
    Com sua contribuição colocaremos seu nome em um caderno de agradecimentos que ficará permanente na loja e ainda terá direito a uma camisa da loja com a cor à escolha.
    14 pessoas kickaram.
    Entrega estimada em 10/02/2017

  • R$2.000,00

    Pocket Show exclusivo em casa.
    Contribua e assista em casa um Pocket Show exclusivo (horário e data a ser combinada). Você pode escolher entre os seguintes shows: Os Alquimistas / Sexy Burguer; Ultra leves / Camaleônia; Pedro Espíndola; Urbem.
    Entrega estimada em 04/03/2017

  • R$4.000,00

    Cds ou Dvds
    Com esta contribuição, você tem duas opções: 300 cds originais (estilos variados de rock a jazz, mpb, etc) com direito a uma estante expositora ou 600 Dvds originais (variados)
    Restam 2 kicks.
    Entrega estimada em 17/02/2017

Qual seu sonho? Você é totalmente feliz no seu trabalho, faz realmente o que gosta, ama e deseja? Seria capaz de chutar o balde, pedir demissão de um emprego estável e tentar mesmo que com dificuldades ser feliz e caminhar fazendo o que quer sem precisar prestar contas a ninguém a não ser você mesmo? Pois foi o que eu, Pietro Luigi fiz e vou contar um pouco minha história e da loja que criei, a Subcultura Records. 

A ideia da Subcultura surgiu há pouco mais de 20 anos, quando eu trabalhava em banca de jornais e revistas com meu pai no bairro do Méier(RJ). Desde criança frequentava qualquer lugar que vendesse revistas e gibis, assim como lps que eram meus verdadeiros brinquedos desde a infância. Eu frequentava, trabalhava e observava e me veio uma inquietude com o tédio e a formalidade de muitos comércios desse ramo. Normalmente se resumia em você encontrar o que desejava, pagar e ir embora(claro que existiam algumas que já faziam algo diferente mas eu ainda desconhecia) Pensava: porque não fazer um ponto cultural onde as pessoas possam não apenas comprar mas também se reunir, ler, conversar, montar grupos, bandas, qualquer coisa válida que injete um ânimo, dê um novo fôlego às pessoas com interesses semelhantes. 

Anos se passaram e muita coisa aconteceu, trabalhei em diversas livrarias e sebos, mudei de cidade, me envolvi e criei diversos eventos, feiras, exposições, exibi centenas de filmes, fiz amigos, inimigos, e, principalmente, lutei e briguei pra manter vivo meu espirito independente. 

Até que após uma breve experiência com um site, a Subcultura Records abriu suas portas em Março de 2014, no segundo piso da Antiga Rodoviária de Campo Grande (MS) tendo à frente eu e Yasmin Santiago, dispostos a dar vida aos nossos sonhos e abrir espaço para quem quiesse embarcar e compartilhar também os seus sonhos e projetos.

Inicialmente muitos achavam que se tratava apenas de uma loja de discos e não foram poucas as vezes que jornalistas chegaram na Subcultura dispostos a fazer uma simples matéria sobre Lps e se deparavam com um mundo muito maior e abrangente do que esperavam. Alguns jornalistas chegaram tímidos e em pouco tempo se tornaram fãs e fervorosos defensores da ideia e principalmente da sobrevivência da loja, contribuindo com diversas reportagens e abraçando a causa que agora não era só nossa mas das diversas pessoas que vinham conhecer e acabavam quase morando (em alguns casos alguns amigos até mesmo dormiram para poder ajudar no dia seguinte).

A loja aos poucos foi evoluindo, até que alguns meses depois, em Julho, mudamos para uma loja maior, ainda na Antiga Rodoviária mas no térreo e, o melhor, na rua. E nessa mudança, ainda não imaginávamos, a Subcultura Records faria história e sacudiria o cenário cultural e, principalmente, o underground da cidade.

Diversas bandas e músicos locais, poetas, pintores, amigos em geral, passaram a frequentar a Subcultura não mais apenas como uma loja mas como uma segunda casa. Fizemos shows de dezenas de artistas (3 delas nunca haviam se apresentado ao vivo antes), noites de poesias, festas, dias gastronômicos. Entre os principais eventos que realizamos destacamos o Na contramão(onde aconteciam os shows em frente à rua), A trilha do café (um café da manhã gratuito com lps escolhidos pelos clientes para compor a trilha sonora), Pastelada infinita(com uma pequena contribuição podia-se comer pastéis a vontade e ainda aproveitar shows e intervenções culturais), Poesia na calçada(autores novo recitando seus poemas), Viradas Subculturais(madrugada sem fim com músivca e bate papo), Xô Urubú(promoção com todos os produtos da loja com valores inimagináveis), sem contar ações sociais que abrigamos como a Lojinha 0800 de rua onde centenas de roupas (e alguns livros!) foram arrecadadas e doadas a moradores de rua e comunidades carentes e intervenções cinéfilas como o Cine Muquifo onde exibíamos filmes em qualquer local que nos convidassem para tal. 

Em 2015 além da loja, participamos de diversas feiras e eventos dentro e fora da cidade, sempre tentando levar o que de melhor captávamos (livros de novos autores, Lps independentes e cds de diversas novas bandas sempre tiveram destaque em nossos stands). 

Tudo acontecendo com uma dinâmica sensacional, até que veio 2016 e com ele um balde de água fria com muitas pedras de gelo de bonus. 

Resolvemos mudar para um salão em frente da rodoviária onde além de loja tinhamos também quartos para morar no 2º andar e com isso tentar economizar e investir em novos materiais. Mas a coisa desandou. A economia não veio pois além da loja ter ficado menos visível devido a um corredor que separava a frente do salão principal ainda enfrentamos um ano de mudanças nítidas e drásticas no país, com isso vendas baixaram, aliás, despencaram, acumulamos dívidas e aos poucos o restante de capital que mantivemos se acabou devido ao baixo movimento. 

Fizemos uma última tentativa de manter a loja em uma ótima união com um café vizinho (o Anda café), porém mesmo com alguns eventos ficou insustentável manter uma loja de pé sem recursos e em Novembro de 2016 decidimos parar. 

Mas como parar e descontinuar tudo isso? Como deixar um sonho se esvair, evaporar e ignorar que não apenas nós mas várias pessoas perdem um espaço cultural onde não apenas talentos antigos mas principalmente novos podem utilizar livremente e ainda adquirir itens que lhe agradem? 

Não podemos e não vamos parar. 

Com isso em mente, decidimos criar esse Crowdfunding, pois sabemos que com união de amigos podemos superar essa fase, sanar as dívidas acumuladas, levantar um capital de giro e voltar com a loja ainda mais forte e mais disposta a sacudir a poeira e prosseguir. Porque acreditamos. Porque é isso que nos move. É essa certeza que trará de volta a Subcultura Records, com ainda mais projetos a realizar e mais fôlego.

Abaixo diversas fotos:

Matérias que sairam em jornais:

http://www.campograndenews.com.br/lado-b/consumo/sebo-musical-e-ponto-de...

http://www.topmidianews.com.br/algo-mais/loja-aposta-em-cultura-regional...

http://www.campograndenews.com.br/lado-b/diversao/sebo-comeca-o-dia-serv...

http://www.campograndenews.com.br/lado-b/artes-23-08-2011-08/em-espaco-a...

http://www.topmidianews.com.br/algo-mais/lojinha-0800-doa-roupas-e-cultu...

http://www.diariodigital.com.br/geral/lojinha-solidaria-veste-e-cultural...

http://www.incena.com.br/index.php?p=paginas&tipo=8&id=340

http://m.topmidianews.com.br/especiais/na-antiga-rodoviaria-um-carioca-s...


A hora é agora! Contribua com
S.O.S Subcultura Records

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Facebook

Conheça quem está à frente desta campanha

pietro luigi
  pietro luigi
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.