version: 240409-014dd99d
O que não tem de remédio... deveria Ter! Doe pelo acesso a medicamentos
O que não tem de remédio... deveria Ter! Doe pelo acesso a medicamentos
UAEM Brasil
Rio de Janeiro - RJ
CrowdfundingAtivismoONGs
R$ 4.510,00 da meta de R$ 10.000,00
0%
O que não tem de remédio... deveria Ter! Doe pelo acesso a medicamentos

O que não tem de remédio... deveria Ter! Doe pelo acesso a medicamentos

A plataforma mais premiada do Brasil

Aproximadamente 1 a cada 3 pessoas no mundo não tem acesso a medicamentos essenciais para a sua saúde. Remédios e outros tratamentos de saúde não deveriam ser um luxo, mas hoje são, majoritariamente, desenvolvidos com o objetivo de gerar lucro para empresas e pessoas. Em um sistema de inovação farmacêutico voltado para os lucros, doenças de pessoas negligenciadas, principalmente aquelas diretamente relacionadas à pobreza, recebem apenas 10% do investimento total em pesquisa no mundo, enquanto representam 90% da carga global de enfermidades. 

A UAEM acredita que a saúde das pessoas não pode ser uma mercadoria! E uma vez que grande parte da pesquisa de novos medicamentos começa nas universidades, elas são atores centrais para garantir uma inovação em saúde voltada para as necessidades das pessoas.  Por isso, reunimos estudantes em todo o mundo para enfrentar essas injustiças e garantir que todas as populações tenham acesso aos remédios necessários para seu bem-estar.


A UAEM ajuda a promover o acesso a medicamentos e inovações médicas principalmente por meio do fomento do debate e de campanhas  pela mudança de normas e práticas no âmbito acadêmico que constituem barreiras ao amplo acesso a tecnologias em saúde essenciais, como as normas de patenteamento. Nós defendemos que toda pesquisa desenvolvida com dinheiro público tenha seus resultados compartilhados como bens públicos e que a pesquisa médica universitária atenda às necessidades em saúde das pessoas em todo o mundo.

Nosso movimento empodera estudantes para lutar  por um novo sistema de saúde global que seja justo e equitativo, para garantir que todos tenham acesso a diagnósticos e tratamentos, independentemente de sua renda e nacionalidade.

É muito fácil participar.

Finalize em segundos!

Mais de 2 milhões de brasileiros

Pagamento seguro

Parcele em até 12X

Em 2001, um grupo de estudantes da Universidade de Yale, nos EUA, se mobilizou por uma mudança no contrato da universidade com  a empresa farmacêutica Bristol-Myers Squibb e garantiu a produção de uma versão genérica na África do Sul de um importante medicamento para HIV/AIDS desenvolvido pela universidade. Dessa forma, o preço do medicamento diminuiu em 30 vezes e pessoas afetadas pela doença na África finalmente tiveram acesso ao tratamento. A partir desse primeiro caso, , estudantes de todo o mundo se reúnem para advogar por mudanças em suas universidades e suas comunidades e promover um sistema de inovação mais igualitário e que seja capaz de garantir o acesso de todas e todos a medicamentos essenciais. 

Desde 2010, a UAEM se consolidou no Brasil e vem, desde então, trabalhando com estudantes universitários voluntários e organizações parceiras para avançar o debate no Brasil, tendo atuado, por exemplo, no caso da ação judicial no Supremo Tribunal Federal que extinguiu a extensão automática de patentes no Brasil. Em 2020, lançamos o Entropia, podcast cujos episódios já foram escutados mais de 1000 vezes. Mas a pandemia evidenciou a dramática existência das falhas de acesso a tecnologias em saúde em nosso país: estudos indicam que 400 mil brasileiros poderiam ter sido salvos da Covid-19 se as políticas de inovação e acesso à vacina fossem diferentes. Ao mesmo tempo, universidades e institutos públicos de pesquisa brasileiros têm avançado no desenvolvimento de vacinas e outras tecnologias 100% nacionais para enfrentar a Covid-19. Se, por um lado, é preciso garantir que toda a população e o Sistema Único de Saúde tenham acesso garantido a essas tecnologias essenciais desenvolvidas com dinheiro público, por outro, fica evidente a importante capacidade das universidades e institutos públicos de pesquisa brasileiros, sendo crucial que seus esforços investigativos estejam direcionados às necessidades em saúde brasileiros, principalmente das pessoas negligenciadas. A UAEM tem, nesse sentido, um grande trabalho pela frente.


Recursos financeiros são cruciais para a manutenção de atividades básicas para manter a organização funcionando, como a contratação obrigatória de um(a) contador(a), a contratação de um(a) diretor(a) executivo(a) e de um(a) profissional dedicado às redes sociais. Além disso, a promoção de encontros e treinamento dos estudantes de diversas regiões do Brasil é essencial para o avanço do grupo e dos diferentes projetos por ele desenvolvidos, o que é dificultado pelo tamanho continental do país e pelas limitações financeiras dos estudantes.

Em um contexto de crise econômica, tem sido cada vez mais difícil conseguir financiamentos robustos para a organizações como a UAEM, que não aceitam recursos financeiros que podem configurar conflito de interesse (a exemplo do financiamento oferecido por indústrias farmacêuticas). Uma das formas pelas quais você pode fazer parte deste movimento global por um mundo em que o acesso a medicamentos essenciais seja direito de todas e todos, é contribuindo com uma doação para a UAEM. Dessa forma, sua doação ajuda a UAEM a continuar existindo de maneira íntegra e independente para lutar por todos nós. 

Os recursos arrecadados nesta campanha de financiamento coletivo ajudarão no lançamento de uma nova temporada do podcast da UAEM Brasil, o Entropia (https://anchor.fm/uaem-br), na criação de materiais para envolver novas pessoas na causa, como panfletos, adesivos, e no apoio na contratação de uma pessoa assistente de mídias sociais. 


Nossos núcleos de atividades, situados em universidades e cidades, são compostos por alunos de graduação e pós-graduação de diversos campos, como direito, medicina, farmácia, relações internacionais, enfermagem, entre outros. Os nossos pilares de atuação são três:

Acesso - com ênfase em preços justos de medicamentos que garantam a universalidade;

Inovação - acreditamos que a inovação em saúde deve ser guiada pelas necessidades da população e que os investimentos públicos em pesquisa devem gerar bens públicos; e

Empoderamento - para que nossos membros e a comunidade em que estão inseridos sejam agentes da mudança.

Para saber mais sobre a UAEM, visite nossas redes sociais, nosso site, e ouça nosso podcast. 

www.uaem.org
www.instagram.com/uaembr
www.facebook.com/uaembr
www.anchor.fm/uaem-br

Fale com a Kickante

A mais completa plataforma de
Crowdfunding do Brasil

R$ 4.510,00
da meta de R$ 10.000,000%

Encerrado!

UAEM Brasil

Rio de Janeiro - RJ

Crowdfunding

Ativismo

ONGs

Campanha encerrada em 31/12/2022

Campanha Flexível

Destaque

Rodrigo Lopes

1º Kick

R$ 25,00

Valéria de Melo Lopes

Maior Kick

Francisco de Assis Acurcio

+ Recente

+ 2 milhões

de brasileiros participando na Kickante

Meta: 1 bilhão para o Brasil.

Faça parte do movimento Kickante.

+ 100 mil projetos

São milhões de brasileiros impactados!

Painel Transparente

Veja o status real de toda contribuição.