version: 240523-f66262bf
DAS RUAS, UM ORFEU DE MOCHILA - O MUSICAL
DAS RUAS, UM
-
Vaquinha Online
R$ 1.035,00 da meta de R$ 20.000,00
0%
DAS RUAS, UM ORFEU DE MOCHILA - O MUSICAL

DAS RUAS, UM ORFEU DE MOCHILA - O MUSICAL

A plataforma mais premiada do Brasil

Apresentação

Os mitos vêm, invadem e não pedem permissão para nos lembrar o quão fundamentais e atuais são na nossa história. Das Ruas, um Orfeu de Mochila – O Musical é um espetáculo criado pela Tô Em Outra Cia. de Teatro a partir do mito grego que envolve a dramática história de amor entre Orfeu e Eurídice. A releitura é um diálogo do mito com a dinâmica urbana da periferia. Os heróis dão lugar aos jovens da comunidade. O enredo serve como pano de fundo para um debate profundo sobre as condições de vida, os relacionamentos amorosos e a comunicação em meio às tecnologias. A Cia. se apoia na narrativa épica, acrescentando canções e os dramas  vividos pelos jovens.

A montagem traz uma discussão sobre a posição dos centros das grandes cidades como ícone de negócios e, principalmente, culturais. Dentro do mito como é conhecido, Orfeu se apaixona por Eurídice, mas aqui, ambos moram cada um de um lado do rio. A força que impulsiona Orfeu em ir à busca de sua amada deixa claro que é preciso mais que amor para se transitar como cidadão no caos urbano. O sentimento de Orfeu por Eurídice fere a rotina de sua periferia e seus moradores reivindicam que tudo volte ao normal. A crítica é a inverdade de que os centros detêm do “progresso cultural”, pois os moradores da periferia precisam se deslocar para consumir “cultura” e o ponto relevante é como se dá esse movimento.

 

Sobre a Cia.

A Tô em Outra é a primeira companhia independente de teatro do bairro Jaguaré, em São Paulo. O seu surgimento teve a colaboração de arte-educadores do antigo programa social Vizinho Legal, coordenado por Leandro Oliva (que atualmente coordena o Projeto PALCO). Como resultado do trabalho a companhia passou a realizar intervenções culturais na comunidade da Vila Nova Jaguaré, na zona oeste, desde a sua criação em 2012. A Tô em Outra não é só uma companhia de teatro, mas também um núcleo de pesquisas e desenvolvimento de jovens atores.

O grupo venceu o prêmio Aprendiz Comgás (2012) com a encenação do espetáculo Das Ruas, Um Orfeu de Mochila, escrito, dirigido e produzido pelo Grupo. A peça foi apresentada nas ruas da comunidade Vila Nova Jaguaré entre 2012 a 2014. Durante o início da sua recente trajetória a Tô em Outra contou com o patrocínio da ROCHE BRASIL pelos projetos de cunho social Tô na Comunidade (2014) e Tô EnCena (2015).

O grupo possui duas peças autorais de rua: Das ruas, um Orfeu de Mochila, com e texto de Andreza Rodrigues e Thuane Campos, além de supervisão e texto final de Liana Ferraz. O espetáculo ficou em cartaz nas ruas da comunidade Vila Nova Jaguaré por três anos e participou da 14º edição do festival Satyrianas, da IX Mostra de Teatro Jovem do Colégio Santa Cruz e do evento do Dia das Crianças do Hotel Grand Hyatt. O segundo texto autoral é Um Tempo Para o Infinito, que ficou em cartaz também nas ruas da Comunidade Vila Nova Jaguaré (2014 e 2015).

No portfólio da Cia. também estão Cérebro à Vinagrete, de Hugo Possolo, e Filosofia da Revolução, de Marcelo Romagnoli. As obras foram apresentadas durante as Mostras Conexões de Teatro Jovem de 2014 e 2015, respectivamente. As duas estreias aconteceram no Teatro Cultura Inglesa de Pinheiros e ficaram em temporada no CEU Jaguaré. O segundo espetáculo também participou da 16º Festival Satyrianas 2015 – Caldeirão de Culturas e ficou em agosto de 2016 no Teatro Ressurreição.

 

Sinopse

Era um dia de festa. Dois amores se encontram trazendo em suas mochilas seus encantos, músicas e alegrias. Ela com seus balões inesperados e ele com seu pandeiro encantado. Juntos encontram o amor, mas o destino chega e muda tudo. Orfeu terá que provar o quanto ama Eurídice, a “doidinha dos balões”.

Baseado na mitologia grega do mito de Orfeu e adaptado para os dias atuais.

 

Objetivo

  • Remontar o espetáculo Das ruas, um Orfeu de Mochila para linguagem de Teatro Musical;
  • Desenvolver novos atores com enfoque no desenvolvimento do ator-criador;
  • Pesquisar o teatro grego e a importância do coro/ensamble para essa linguagem;

 

Justificativa

O teatro musical brasileiro cresceu nos últimos anos, principalmente com produções independentes. Dentro desse cenário a Tô em Outra encontrou uma lacuna na produção do teatro musical que o enfoque maior é no “cantor-performer” e nos bailarinos, esquecendo da arte de fazer teatro. Entende-se que esta influência vem dos grandes musicais da Broadway onde investe-se pesado neste tipo de linguagem.

No projeto Das ruas, um Orfeu de Mochila – O Musical a Cia. quer pesquisar o papel do ator dentro do teatro musical e a força do coro/ensamble, antes de chegar ao canto e às coreografias que são de grande importância para a linguagem. O maior intuito é o cuidado com esses intérpretes que muitas vezes ficam engessados com um modo-padrão teatral e não atinge outras possibilidades.

A Cia. irá adaptar o espetáculo para linguagem de teatro musical com a inserção de uma trilha sonora original que será executada ao vivo. Canções, coreografias e movimentações são recursos de grande importância para dar a continuidade no discurso da história ao público.

Das ruas, um Orfeu de Mochila – O Musical é uma tragédia grega atual que tocará e emocionará todos que o assistirem.

 

Dramaturgia

Poderíamos ter escolhido "Medeia e Jasão", "Édipo e Jocasta" ou "Eco e Narciso", entre tantas outras tragédias gregas. De todas as histórias encontramos em “Orfeu e Eurídice” a possibilidade de construir e adaptar a história para os tempos atuais de forma épica e lúdica. Uma tragédia grega pelo simples fato de que os finais tristes também trazem uma reflexão e um outro entendimento, assim como a vida real. Em primeiro plano buscamos enfatizar a história de Orfeu e Eurídice. Preenchemos esta história com outros temas em segundo plano, construídos de maneira clara e rápida.

Os temas em segundo plano abrangem a mídia, a estrutura de saúde pública e a criminalidade nas comunidades carentes. Com este tipo de estrutura o público prende-se por toda a história. A presença do coro é forte na peça, mas é assim também na vida, quando estamos no metrô ou no ônibus cercado por um grande coro que segue o mesmo caminho. O coro foi pensado para ecoar os sentimentos das personagens centrais: o sofrimento pela perda de um amor sentido por cada um, ganhando uma proporção maior. É o pessoal da comunidade brincando de contar história. Como se quisessem dizer: “Ei, vamos brincar de teatro?”. E ali iniciam a atuação.

O coro faz composições de personagens diversas que complementam o enredo. De forma sutil é possível notar a obsessão que a comunidade tem por Orfeu. Isso fica visível quando ele perde Eurídice e para de tocar seu pandeiro. Orfeu, assim como no mito, também toca um instrumento musical. Na peça ele faz um lindo samba, animando a comunidade onde nasceu e vive. O pandeiro representa um refúgio pra todos ali, alegrando, animando e levando-os a seguir em frente. E quando Orfeu para de tocar, a comunidade se mantém em luto com ele.

Orfeu é o típico jovem paulista, anda com sua mochila pesada pelas ruas, tem pressa, mas não pressa por trabalho, é uma pressa de amor e de recuperar a vida de Eurídice. Todos no coro também usam mochilas, carregam histórias e tem pressa. Eurídice é um ser Lúdico, carrega balões no pulso e ao mesmo tempo tem o pés no chão. Determinada, ela sai de muito longe pra conseguir sua independência todos os dias. E nesse caminho encontra Orfeu. Um dos motivos que faz ela de fato ver mais ainda a beleza nas coisas.

Dandara é aquela mãe de comunidade que conhece e é querida por todos. Alegria é a palavra que define a mãe de Orfeu. A “menina do trem” é a pivô que faz a tragédia acontecer. Apaixonada por Orfeu ela o persegue. Inconformada, vive literalmente estacionada na vida. Aristeu, irmão da menina do trem, é prático e direto. Trabalha com coisas escusas dentro da comunidade, coisa boa não é. Demonstra em pequenos fragmentos afeto pela irmã. A mãe de Aristeu é o inverso de Dandara. Uma mãe cansada das confusões de seus filhos e que não tem voz ativa.

Nos tempos atuais, quem não vê um vídeo no YouTube? Claro que não podia faltar um youtuber na nossa história Ele mostra tudo e deixa a galera ligada no que está acontecendo. Ele narra e participa dos "vídeos" dos amigos. E tem o Mister Master, o sensacionalista, apresentador de um reality show onde a tristeza vira ibope. Ele não quer saber se vai ajudar ou não: jogo é jogo e ele só quer vencer a concorrência.

 

Ficha Técnica

Supervisão e Texto Final de Liana Ferraz

Texto de Andreza Rodrigues e Thuane Campos

Direção de Cena: Jorge Alves

Direção Musical: Jorge Alves e Paulo Henrique Costa

Figurino: ------------------

Coreografia: Rebeca Dantas

Preparação Vocal: ----------------------

Preparação Corporal: Jorge Alves

Desenho de Luz e Op.: Fernando Alves

Técnico de Som: -------------------------------

Microfonista: -------------------------

Letras: Andreza Rodrigues, Jorge Alves, Liana Ferraz e Thuane Campos

Arranjos Musicais: Jorge Alves, Julia Mendes e Paulo Henrique Costa

Coodernador de Produção: Edemi Soares Jr.

Produtor Executivo: Jorge Alves

Programação Visual: Sid Silva

Assessoria de Imprensa: Guilherme Wieczorek

 

Elenco:

Edemi Jr - Orfeu

Uédia Alves - Eurídice

Andreza Rodrigues – Menina do Trem

Bruno Gomes – Youtuber e Ensamble

Gabriele Fagundes - Ensamble

Hegberto Emiliano - Aristeu

Jorge Alves – Mr. Master e Ensamble

José Paulo Rocha - Ensamble

Nalva Felix – Dona Dandara e Ensamble

Priscila Rosa - Ensamble

Renan Marques - Ensamble

Thuane Campos – Mãe da Menina do Trem e Aristeu/Ensamble

 

Orçamento

Precisamos atingir R$ 20 mil para conseguir dar início à produção do espetáculo. Confira os prêmios que você ganhará ao contribuir com o nosso projeto. No final da campanha faremos uma prestação de contas para informar a todos que contribuíram para sermos transparentes com o dinheiro de todos.

 

 

 

R$ 20,00

Tô de olho

Parabéns pela iniciativa mano, de flor em flor ajudaremos a melhorar esse mundo! #tamojunto #beeliving

É muito fácil participar.

Finalize em segundos!

Mais de 2 milhões de brasileiros

Pagamento seguro

Parcele em até 12X

Fale com a Kickante

A mais completa plataforma de
Crowdfunding do Brasil

R$ 1.035,00
da meta de R$ 20.000,000%

Encerrado!

DAS RUAS, UM

-

Vaquinha Online

Campanha encerrada em 06/05/2017

Campanha Flexível

Destaque

Anônimo

1º Kick

R$ 10,00

Anônimo

Maior Kick

João Vitor De Oliveira

+ Recente

R$ 20,00

Tô de olho

Parabéns pela iniciativa mano, de flor em flor ajudaremos a melhorar esse mundo! #tamojunto #beeliving

R$ 30,00

Balões no ar!

Gratidão Irmão!!! É isso aí, polinizemos os reais princípios e valores da VIDA! #tamojunto #beeliving #amebaixadasantista #eirú'gué

R$ 40,00

Vejo trem, eu parto

Não foi muito mas foi de coração e pode deixar que já estou fazendo barulho com a galera que conheço!! Deus abençoe esse lar e esses velhinhos tão fofos e tão merecedores da realização dos seus sonhos <3

R$ 45,00

Vejo do outro lado do rio.

A ideia da Casa 1 é muito importante enquanto ainda houver preconceito. Mais cor e mais amor, no mundo!

R$ 50,00

Um tal de Orfeu

Estou muito feliz em participar. William Marks merece muito todas as conquistas. Boa sorte, sempre... Sou sua fã número 2, a número 1 é a Mama kkkk

R$ 100,00

Um sonho realizado

Amo a Jane. Minha amiga do coração. Tô doida pra ouvir o cd.

R$ 150,00

Pisou numa cobra

Rafa, sou sua fã. bjs

R$ 200,00

Vem Orfeu

Achei o máximo!!! Boa sorte Rafinha!

R$ 500,00

Eu sou Clichê

Parabéns!

R$ 1.000,00

para empresa COTA 1

A qualidade do trabalho de Jucilene Buosi e Wolf Borges é indiscutível! Acompanho há muito tempo e cada vez mais me emociona e entusiasma saber que, em um mercado onde muita banalidade e muita produção da "indústria cultural" (Adorno e Horkheimer tinham razão), há gente com talento excepcional e invejável coragem e tenacidade para manter viva a preciosa chama da ARTE! Aqueles que apreciam pessoas e trabalhos de qualidade, pesquisem, degustem, divulguem e contribuam! Todos ganharão!

R$ 2.500,00

para empresa COTA 2

O som de vocês é muito fodaaaaa

R$ 5.000,00

para empresa : COTA 3

vale 25 ingressos para temporada de 05/8 a 30/09 de 2017. + CITAÇÃO DO NOME DA EMPRESA PELO ATOR NO FINAL DO ESPETÁCULO, SOB A FORMA DE AGRADECIMENTO + LOGOMARCA DA EMPRESA VEICULANDO NAS REDES SOCIAS DO ESPETÁCULO (SITE/ FACEBOOK/INSTAGRAM) + VIDEO INSTITUCIONAL NO FACEBOOK DO ESPETÁCULO + FESTA DE ENCERRAMENTO DA TEMPORADA regras: data a confirmar com a produção através do email toemoutracia@gmail.com para retirada dos ingressos na bilheteria do Teatro Paiol Cultural em São Paulo-SP

R$ 10.000,00

para empresa: COTA 4

Amo jogos com tema da 2 guerra, agora um jogo da 2a guerra com a FEB nao tem igual, honrando nossos militares que lutaram bravamente, agradeco a o criador por ter tido essa maravilhosa ideia , que Deus abencoe vc nesse projeto

+ 2 milhões

de brasileiros participando na Kickante

Meta: 1 bilhão para o Brasil.

Faça parte do movimento Kickante.

+ 100 mil projetos

São milhões de brasileiros impactados!

Painel Transparente

Veja o status real de toda contribuição.