version: 240705-7bf660a8
Elkier Neves no Triatlo
Elkier Neves no
-
Vaquinha OnlineEsportes
R$ 2.475,00 da meta de R$ 9.000,00
0%
Elkier Neves no Triatlo

Elkier Neves no Triatlo

A plataforma mais premiada do Brasil

Essa vaquinha visa captar recursos para que eu possa arrecadar fundos para nossa participação em provas nacionais de triatlo ( passagem, estadia, alimentação, roupas e acessórios, medicamentos e atendimento hospitalar)  durante a  temporada 2019/2020.

Caso atinja a META e consiga ultrapassar, estes recursos serão destinados para compra de novos equipamentos para maior conforto ao Elkier.

 

 

 

Para você que chegou a essa página vou lhe contar um pouco da minha história.

 

A gravidez da minha esposa chegava ao sétimo mês quando, após uma ecografia, fui chamado pelo médico para uma conversa. A mãe, aflita e ciente dos problemas que enfrentaria, me avisou: "o médico quer falar com você. Vou ter que passar por um aborto". 

Segundo o Médico, a hidrocefalia e a má formação óssea da coluna, eram irreversíveis e obrigava a mãe de primeira viagem interromper a gestação. 

Ele me chamou para informar que precisaria ser feito um aborto e eu não fui. Aquilo era um absurdo. Pensei: independente de como vier, eu vou cuidar.

As prováveis limitações físicas de Elkier, imaginava, poderiam ser superadas com uma dose de esforço da família. O garoto nasceu, passou por algumas complicações, mas tudo foi superado e no ano seguinte nossa filha nasceu. O tempo passou, o amor cresceu, mas dinheiro encurtou. Apesar de tudo, a escassez não abalava a nossa família, no sexto aniversário de Elkier e quinto de Ildyane, comemoramos o nascimento do nosso terceiro filho, Luis Iran.

 

O que parecia ser uma família sólida, ruíu da noite para o dia. A esposa pediu divórcio, saiu de casa e me deixou os três filhos - Elkier, Ildyane e o Iran, então com nove meses.

Quando fiquei sozinho com as crianças, sofri, chorei, não sabia o que fazer. Foi o pior momento da minha vida. Desempregado, vivendo às custas do subsídio oferecido pelo governo a Elkier, de R$ 720 mensais, mesmo passando dificuldades, desdobrei-me no papel de pai e mãe.

Os cuidados e necessidades me aproximaram mais de Elkier. Nos conhecíamos pelo tato, pela troca de olhar, pelo sorriso. A sintonia era tanta que durante o trajeto para uma consulta médica, um pano alçado ao vento pelas mãos do garoto chamou minha atenção.

Comecei a levá-lo aos meus treinos de corrida. O sorriso dele me inspirava a mantê-lo cada vez mais próximo, carregando-o a lugares cada vez mais distantes, até surgir uma oportunidade de fazer uma prova de rua.

Resolvi empurrar a cadeira numa corrida em 2013. Toda vez que passávamos pelo público ele ficava feliz com os aplausos. Aquilo era demais. Eu achava que trocar fralda era o bastante, mas aprendi que o esporte também é muito grande. Não estou aqui apenas para dar comida, dar banho. Quero andar, sair, viajar, ir para vários lugares com ele.

Sem os equipamentos necessários para realizar as três modalidades (natação, ciclismo e corrida) limitei-me a nadar e correr com Elkier nas provas, deixando-o na área de transição durante o ciclismo.

Em 2015, em Caiobá, no Paraná, superei a barreira do "nada, pedala e corre" com o filho. Inspirado no filme "Meu pai, meu herói", baseado na história real do triatleta norte-americano Dick Hoyt, que completou um Ironman com o filho Rick Hoyt, cruzei a linha de chegada acompanhado pelo filho.

INVESTIMENTO E FALTA DE INCENTIVO

Não tenho vergonha de dizer o quão difícil é manter-se no triatlo. O esporte, caro por agregar três modalidades, pede um aporte financeiro. Ao levar minha história a políticos e empresários, a sensibilidade toca, mas não atinge os bolsos.

O triatlo é um esporte de elite. Para um trabalhador que ganha um pequeno salário por mês praticar, é preciso ter apoio. As pessoas se sensibilizam, mas poucos ajudam. Eu não sou grande. Quem me faz grande são aqueles que apoiam.

Para participar do Circuito Nacional Sesc, conto com a ajuda de velhos amigos.

Mexer com o bolso dos outros não é fácil. Tirar parte do lucro da pessoa não é fácil. Não existe essa cultura no Brasil.

O barco inflável, por exemplo, eu ganhei de uma amiga. A cadeirinha eu tive que adaptar. E por aí vai.

RISOS E PARCERIA

Participar de provas com o Elkier deixou de ser um passeio. A cada ultrapassagem, a vibração dentro do carrinho se transforma em fonte de energia.

Quando passamos alguém durante a prova, ele mexe os braços e vibra, colocando a mão no rosto e dando risada. Ele consegue expressar seus sentimentos. Nas provas que faço com ele, essa alegria é notória. Eu não tenho razões para competir sozinho. Estou cansado, sou avô. Correr sozinho, por qual motivo? Não faz sentido.

 

FAMÍLIA DE CAMPEÕES

Luis Iran, meu filho mais novo, segue meus passos (e do irmão). Presente na prova em Caiobá-PR, em2015, o garoto foi campeão na categoria 16-19 anos, terminando o percurso conhecido como short triatlo (750m de natação; 20km de ciclismo; 5km de corrida) em 1h07min01seg.

Questionado sobre a possibilidade de um dia carregar o irmão Elkier em uma prova, como faço, Luis Iran chorou.

“É um sonho. Eu tenho essa vontade. Um dia eu sei que vou fazer. sei o quanto é importante para ele. É um orgulho para mim, para o meu pai”.

Passados 06 anos do início de nossa trajetória, continuamos com muita dificuldade em conseguir patrocínio para nos manter nas provas.

A iniciativa de fazer esse financiamento coletivo nasceu da situação ocorrida na semana passada (23 de março de 2019 às 17H) quando postei a seguinte mensagem:

Estamos à beira do caminho à espera de uma carona ou um milagre, imprevistos acontecem sempre com a gente, superação sempre, às vezes nem tudo dá certo.

Havíamos perdido o ônibus que nos levaria à Caiobá-PR para a prova Triatlo deste ano.  Conseguimos chegar ao destino as 23:40h e as 4h da manhã eu estava em pé preparando a mim e ao meu filho para a prova. (Uma viagem de Curitiba a Caiobá leva em torno de uma hora e meia).

Se você também acredita que a única barreira que meu filho tem que vencer é sua limitação física. Ajude-nos a vencer a barreira financeira que nos limita mais do que a física. Contribua com qualquer valor, porque apesar da necessidade financeira o que mais nos fortalecerá é saber que você se importa.

 

 

R$ 10,00

Gratidão

Gostei das propostas do Renova Judô acredito que este grupo será capaz de implantar a transparência, promover renovação e as mudanças necessárias no Judô Paulista.

É muito fácil participar.

Finalize em segundos!

Mais de 2 milhões de brasileiros

Pagamento seguro

Parcele em até 12X

Fale com a Kickante

A mais completa plataforma de
Crowdfunding do Brasil

R$ 2.475,00
da meta de R$ 9.000,000%

Encerrado!

Elkier Neves no

-

Vaquinha Online

Esportes

Campanha encerrada em 22/05/2019

Campanha Flexível

Destaque

Anônimo

1º Kick

R$ 100,00

Edilson de Oliveira

Maior Kick

Angelica Carvalho

+ Recente

R$ 10,00

Gratidão

Gostei das propostas do Renova Judô acredito que este grupo será capaz de implantar a transparência, promover renovação e as mudanças necessárias no Judô Paulista.

R$ 25,00

Fotografia autografada

Muito obrigado pela ajuda, precisamos de pessoas como vc que acreditam nas propostas e em um judô melhor para SP!

R$ 50,00

Fotografia autografada e diploma de apoiador

Acredito nessa empresa, e quero ela viva!!

R$ 100,00

Fotografia autografada e diploma apoiador

Muita admiração por vcs e o Amor que vcs tem pelos animais!!!!

R$ 200,00

Apoiador Master

Legal iniciativa.

+ 2 milhões

de brasileiros participando na Kickante

Meta: 1 bilhão para o Brasil.

Faça parte do movimento Kickante.

+ 100 mil projetos

São milhões de brasileiros impactados!

Painel Transparente

Veja o status real de toda contribuição.