Abas primárias

Apoie a nascer a CasaNem para LGBTIA+ Idoses !

LGBT - Angra dos Reis, RJ
kicks
Arrecadados da meta de R$600.000,00
Campanha flexível

Esta campanha irá receber todas contribuições em 21/03/2021.

Recompensas

A Casa Nem surgiu para atender a necessidade de acolhimento à população LGBTI+ que é expulsa de casa e de outros espaços após assumir a sua orientação sexual ou suas identidades de gênero.

Nosso espaço é um refúgio principalmente para as pessoas ¹transvestigêneres que precisamde segurança, afeto e orientação. As pessoas transvestigêneres são as que maisenfrentam dificuldades, pois na maioria das vezes, ao assumirem suas identidades e expressões de gênero, podem passar por transições físicas e corporais que não são compreendidas e aceitas pela sociedade. Por este motivo, passam a sofrer abusos e agressões em número muito maior do que as pessoas cisgêneras.

Agora, nós precisamos criar nosso centro de acolhimento para ajudar a população LGBTI+ da terceira idade ou em processo de redução do uso abusivo de álcool e drogas que se encontram em situação de vulnerabilidade na cidade do Rio de Janeiro.

 

Precisamos muito da sua ajuda, pois com à falta de recursos financeiros para arcar com as despesas de um espaço alugado, historicamente os integrantes do coletivo se organizam e ocupam imóveis ociosos da cidade e o ultimo foi  em edifício de 7 pavimentos ocupado no bairro de Copacabana, Zona Sul da cidade onde sofremos reintegração de posse/despejo até recebermos como cessão do governo do estado do RJ por 5 anos renovavéis o casarão no bairro do Flamengo mas que com seus 2 pavimentos  não tem espaço suficiente pra todos os nossos projetos.

Por isso precisamos da construção de uma sede definitiva .

Temos o terreno para construir o imóvel e o projeto pronto ,mas precisamos de dinheiro pra dar inicio e concluir o projeto .

Além dos 52 ocupantes humanos, o espaço também acolhe alguns animais que vem com acolhides ou animais abandonados precisando de lar temporárioda .Um dos  dos andares do edifício era o espaço Marielle Franco LGBT, socióloga e defensora dos Direitos Humanos esse andar era destinado exclusivamente ao acolhimento de mulheres vítimas de violência e na pandemia uma ala desse andar era isolamento de novos acolhides nesse momento critíco.

 

Nosso novo espaço de acolhimento estará situado no bairro Santíssimo e nosso programa de necessidades básicas contempla recepção, sala administrativa, 02 salas para atendimento individual, enfermaria, salão multiuso, oficina, cozinha com despensa, refeitório, área de serviço, sala de estar e lazer, áreas de convivência, horta, espaço pet, lavabos, depósitos e 20 suítes que poderão comportar até 80 pessoas!

Buscamos a inversão da escassez que é vivenciada por nossos futuros usuários do espaço, por isso nosso conceito principal é o paradigma da abundância. A abundância, neste sentido, não deve ser entendida como a acumulação de coisas e sim como o acesso às coisas no momento em que se precisa.

Esta mudança de ambiente favorece a melhor distribuição de recursos para que as demandas físicas e emocionais possam ser supridas quando necessário. Desta forma, sobra tempo para o cuidado com a saúde, com o bem estar e com as relações interpessoais.

Nosso projeto vai proporcionar autonomia para todas as pessoas e contará com soluções sustentáveis para criar espaços saudáveis voltados ao bem de todos. 

Vamos mudar a vida de todas as pessoas que serão atendidas, criando espaços confortáveis e com muito verde, para aproximar nossos atendidos da natureza.

Será criado um caminho que perpassa todo o terreno em homenagem aos antigos pretes escraves que viveram na região e Matheusa Passareli, jovem não-binárie assassinade por LGBTIfobia na Zona Norte do Rio de Janeiro em 2018.

 

A Casa Nem é um espaço de acolhimento para pessoas LGBTI+ em situação de rua ou vulnerabilidade social no Rio de Janeiro. Somos um projeto comunitário, de autogestão social que se sustenta através do voluntariado e doações. Não existe subsídio do governo ouapoio financeiro de instituições públicas e privadas.

 

 

 


A hora é agora! Contribua com
Apoie a nascer a CasaNem para LGBTIA+ Idoses !

Saiba mais sobre o criador desta campanha:

Twitter | Facebook | instagram | site

Conheça quem está à frente desta campanha

Casa Nem
  Casa Nem
  

Você acredita que essa campanha tenha conteúdo proibido? Reporte esta campanha.