version: 240204-7bdd0a0f

Crie sua vaquinha online e arrecade o primeiro milhão

Como ter sucesso na minha vaquinha online? Como arrecadar recursos com crowdfunding ou vender o meu produto e serviço online com segurança? Se você tem essa e outras dúvidas sobre como fazer uma vaquinha online de sucesso, está no local certo.

Qual é a Boa do Crowdfunding: Prol Tratamento de Miguel e Mellina

Qual é a Boa do Crowdfunding: Prol Tratamento de Miguel e Mellina

Conversamos com Renato Borges, criador da vaquinha online, “Prol Tratamento de Miguel & Mellina”, que visava arrecadar fundos para ajudar na saúde de seus filhos, Miguel e Mellina.  As crianças possuem, respectivamente, 7 e 4 anos e são portadores de AME (amiotrofia espinhal progressiva), doença que afeta o corno anterior da medula espinhal e necessitam de cuidados especiais de seus pais. Quero criar um crowdfunding Confira a entrevista! Candice: por que crowdfunding? Renato: o Kickante foi indicado por um amigo que sabe de nossa história. Candice: qual o resultado da sua campanha? Renato: o resultado da campanha financiamento coletivo foi ótimo, mesmo não sendo o estipulado como resultado final. Candice: esperava que tantas pessoas se identificassem com o seu projeto? Renato: muitas pessoas se identificaram com nossa vaquinha, além do esperado! Candice: que benefícios esta arrecadação gerará para você ou para as pessoas ao seu redor? Renato: meus filhos possuem uma doença genética e a arrecadação de dinheiro online nos ajudará demais nos tratamentos. Candice: o que achou da experiência na Kickante? Renato: a Kickante transmite segurança a quem nos ajuda. É crowdfunding contribuindo para boas causas <3 Se você também tem um projeto que pode te beneficiar ou as pessoas ao seu redor, mas não tem recursos para realizá-lo, crie os seus sites de crowdfunding e conte com a contribuição de diversas pessoas. É rápido e sem burocracia. Em minutos, a sua vaquinha virtual estará no ar e você poderá começar a arrecadar fundos. Dúvidas? Entre em contato com falecom@kickante.com.br e deixe sua mensagem. Respondemos a todos em até 24h. Até a próxima, pessoal! Quero criar um crowdfunding
Candice PascoalQual é a Boa do Crowdfunding
Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista Quimionautas

Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista Quimionautas

Confira a entrevista com Ricardo Falco, criador da linda campanha de financiamento coletivo, “As Aventuras dos Quimionautas no Planeta Terra”, cujo objetivo era arrecadar fundos para viabilizar a publicação e distribuição do livro escrito por Gigi (Gizella Werneck) durante um câncer.  Um livro para crianças que, como ela, enfrenta com muita coragem esta terrível doença e seu doloroso tratamento. O sonho da Gigi se tornará realidade graças ao crowdfunding e à contribuição de diversas pessoas que se identificaram com este belo projeto! A campanha arrecadou 129% de sua meta (R$ 35.949,00) e o livro poderá ser distribuído gratuitamente em hospitais, clínicas, centros de apoio às crianças com câncer e em todos os lugares onde crianças estejam em tratamento quimioterápico. Quero criar um crowdfunding  A equipe da Kickante fica muito feliz e muito tocada ao receber depoimentos como este. É gratificante saber que os sites de crowdfunding podem proporcionar, acima de tudo, o bem, o amor e a esperança para milhares de crianças! Candice: por que crowdfunding? Ricardo: porque a união é que faz a força. Com o pouquinho de muitos, muito poucas são as coisas que não podemos realizar! Candice: qual o resultado da sua campanha? Ricardo: a vaquinha do livro “As Aventuras dos Quimionautas no Planeta Terra” foi (é e sempre será) um grande sucesso! Candice: esperava que tantas pessoas se identificassem com o seu projeto? Ricardo: em parte, sim. Pois, trata-se de uma causa que, além de Nobre (com “N” maiúsculo!) é muito linda e muito tocante. Candice: que benefícios esta arrecadação gerará para você ou para as pessoas ao seu redor? Ricardo: o Bem (também com inicial maiúscula!). O Amor (idem). A Esperança (“); a Alegria… O alívio e a cura trazidos pelo lúdico na forma de sorrisos e do brilho nos olhos do público-alvo da obra. Candice: o que achou da experiência na Kickante? Ricardo: muito gratificante devido a uma equipe muito bem preparada e atenciosa. Candice: como foi a experiência de crowdfunding para você? Ricardo: uma grande emoção, do início ao fim. Com muita emoção e “comoção” também, no contexto da interação com os participantes/doadores e seus comentários inspirados e inspiradores! Candice: defina sua experiência conosco em 3 adjetivos; Ricardo: agradável, fácil e eficaz. Candice: o que gerou o sucesso da sua campanha? Ricardo: acredito que o tema, a história, o exemplo e o objetivo da vaquinha virtual, naturalmente tocantes e despertaram o que existe de melhor no coração e na alma de todas as pessoas que tomaram conhecimento desta linda e nobre causa. Candice: o que fez para divulgar sua campanha? Ricardo: tudo o que me foi sugerido pela própria Kickante, que não exitou em enviar e ensinar técnicas vencedoras para uma campanha de financiamento coletivo atingir o sucesso.​​ Quero criar um crowdfunding Candice: o que teria feito diferente? Ricardo: nada. Talvez, quem sabe, um pouco mais de tudo o que foi feito. Candice: qual a maior lição que ficou com sua campanha? Ricardo: a união (e a dedicação) faz(em) a força! Candice: algo mais que deseje falar/salientar Ricardo: parabenizar a equipe da Kickante pela excelente plataforma criada. E você, também tem algum sonho? Algum projeto que mudará a sua vida ou a vida das pessoas ao seu redor? Então, crie já o seu crowdfunding para arrecadar fundos com a contribuição de milhares de pessoas para torná-lo realidade. Juntos somos uma multidão! #Vamoskickar! Quero criar um crowdfunding
Candice PascoalQual é a Boa do Crowdfunding
Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista Jacque Silva

Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista Jacque Silva

Olá, pessoal! Tivemos um bate papo bem legal com a manézinha da Barra da Lagoa, a surfista Jacqueline Silva. Ela conta porque optou por arrecadar fundos para viabilizar passagens intercontinentais, alimentação, estadia e taxas, muitas taxas (prancha, inscrições, seguro… ) para a participação no Mundial de Surf de 2014. Jacque faz parte do seleto grupo de campões e viu no crowdfunding a única forma para voltar a concorrer as etapas do circuito mundial de surf feminino. Confira! 😉 Candice: Por que Crowdfunding? Jacque: Pela falta de patrocínio, foi umas das alternativas que um amigo encontrou e me indicou para poder arrecadar recursos para voltar a competir. Candice: Por que arrecadar fundos? Jacque: Pra voltar a correr as etapas do circuito mundial de surf feminino. Candice: Qual o resultado da campanha? Jacque: Resultado muito positivo, recebi várias contribuições de amigos, família e admiradores o que me possibilitou arrecadar o recurso suficiente para tal objetivo do financiamento coletivo que era participar dos 2 eventos de abertura do circuito mundial WS feminino na Austrália. Candice: O que achou da experiência na Kickante? Jacque: Experiência muito legal, principalmente em ver as pessoas contribuindo. Candice: Como foi a experiência de crowdfunding? Jacque; Gostei, foi uma maneira rápida de conseguir atingir o objetivo. Candice: Defina sua experiência com crowdfunding em 3 adjetivos: Jacque: Preciso somente de um: uma experiência incrível. Candice: Algo mais que deseje falar/salientar: Jacque: Queria agradecer a toda a equipe Kickante por toda atenção dada a minha pessoa e a vaquinha online, em especial. Obrigada!!! Crowdfunding para patrocínio esportivo Crowdfunding é a forma mais rápida e viável para arrecadar fundos para participar de campeonatos, jogos e custear viagens. Além de ser super democrático e sem burocracia. Qualquer pessoa que necessite de grana pode criar a sua campanha financiamento coletivo.
Candice PascoalQual é a Boa do Crowdfunding
Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista Casa Nutrir

Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista Casa Nutrir

Conversamos com Suellen Moreira da ONG Casa Nutrir, ela nos contou como foi criar a sua campanha de financiamento coletivo Casa Nutrir, combatendo a desnutrição. O objetivo da campanha era arrecadar fundos para implantar e manter, na região de Moçambique, um verdadeiro centro de combate à desnutrição e seus efeitos, que vai atender a gestantes, lactentes e crianças desnutridas de elevada vulnerabilidade bio-psico-social. “Nossa necessidade era imediata, e não existíamos ainda institucionalmente. Com os recursos arrecadados, pudemos implantar a primeira unidade.” Suellen Moreira Confira a entrevista na íntegra! Candice: Por que crowdfunding?  Suellen: Por que tínhamos pouco tempo para levantar os recursos e uma rede de doadores pequena diante das nossas necessidades. Eu, que coordeno a área de captação de forma voluntária, já trabalhei com muitas outras formas de captação de recursos para meus clientes, mas ainda não tinha experimentado o crowdfunding. Candice: Por que arrecadar fundos? Suellen: O projeto Casa Nutrir nasceu muito rápido, já que partiu da identificação de necessidades urgentes de uma comunidade em Moçambique. Nossa necessidade era imediata, e não existíamos ainda institucionalmente. Com os recursos arrecadados, pudemos implantar a primeira unidade. Fotógrafa: Nanda Nasser   Candice: Qual o resultado da sua campanha? Suellen: Infelizmente não atingimos os 100%, o que também aumentou muito a taxa da Kickante. Mas, enquanto rolava o financiamento coletivo online, também usamos captação Face2Face e em igrejas que apoiam o país. Assim, conseguimos o suficiente e ainda uma sobrinha. Candice: O que achou da experiência na Kickante? Suellen: Gostei muito da atuação da própria Kickante na ajuda da divulgação. Temos doadores de diferentes regiões do país que só contribuíram porque já têm a cultura de doar pela Kickante, não haveria outras formas de atingi-los. No entanto, exige-se muito na vaquinha virtual, muita dedicação. Na próxima vez, pretendo contar com uma equipe maior dedicada à divulgação. Candice: Como foi a experiência de crowdfunding para você? Suellen: Foi bacana. Aprendi muito ao longo do processo para fazer melhor da próxima vez. Com certeza, é uma ferramenta que voltarei a usar as plataformas de crowdfunding. Candice: Defina sua experiência conosco em 3 adjetivos; Suellen: Emocionante. Instrutiva. Recompensadora. Candice: Defina sua experiência com crowdfunding em 3 adjetivos; Suellen: Cansativa, emocionante, recompensadora. Candice: Algo mais que deseje falar/salientar: Suellen: Obrigada pelo apoio durante a vaquinha. Foi essencial. Candice: Pontos fundamentais do sucesso, qual estratégia usou para o sucesso da campanha: Suellen: A equipe inteira do projeto era pequena e sem experiência em captação de recursos. Como ainda não temos site, a principal ferramenta foi Facebook, além de divulgação pelos e-mails pessoais. E você, também quer arrecadar recursos para a sua ONG? Então, confira este post especial sobre as vantagens de arrecadar recursos para a sua ONG com a Kickante e arrecade já para a sua campanha financiamento coletivo! Vamos kickar! 😉
Candice PascoalQual é a Boa do Crowdfunding
Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista o cantor Carlos Finho

Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista o cantor Carlos Finho

Olá, pessoal! Neste Qual é a Boa do  Crowdfunding conversamos com Carlos Finho Telhada, criador da  campanha financiamento coletivo “Garanta ‘Avenida Nova’, novo livro do Finho”.  Ele conta como foi a experiência com a vaquinha online e como arrecadou R$ 3.260,00 para a produção de seu livro. Esta, aliás, foi sua segunda campanha. Na primeira, ele arrecadou R$ 13.440,00, 103% da meta, para viabilizar a gravação de seu CD Paramita. Em ambas, Finho realizou a pré-venda de seus produtos, livros e CD. Quem contribuísse, ganhava o produto autografado antes de seu lançamento oficial (e por um valor muito mais atrativo). Uma grande oportunidade para seus fãs!   Quero criar um crowdfunding Confira a entrevista!   Candice: por que crowdfunding? Finho: já tínhamos lançado o CD “Paramita” através da vaquinha Kickante ano passado. Foi uma experiência super positiva. Candice: qual o resultado da sua campanha?  Finho: optamos novamente pela campanha flexível e o resultado ficou dentro de nossas expectativas. Candice: esperava que tantas pessoas se identificassem com o seu projeto?  Finho: apesar de não termos atingido a meta, ficamos bastante surpresos com o resultado, pois, por problemas de saúde, não pude me dedicar à divulgação desse financiamento coletivo como fiz em “Paramita’’. A campanha ficou praticamente ‘abandonada’ e mesmo assim, conseguiu um desempenho bastante satisfatório. Candice: que benefícios esta arrecadação gerará para você ou para as pessoas ao seu redor?  Finho: a arrecadação de dinheiro online ajudou a manter o planejamento e andamento do projeto. Candice: o que achou da experiência na Kickante?  Finho: mais uma vez, ótima!!! Fotógrafo: Eli K Hayasaka Candice: como foi a experiência de crowdfunding para você?  Finho: a experiência de crowdfunding é muito gratificante, pois além de ajudar a realizar o projeto traz a satisfação da aprovação das pessoas à sua ideia. Isso é muito bacana! Candice: defina sua experiência conosco em 3 adjetivos; Finho: profissional, eficiente, gratificante. Quero criar um crowdfunding  Candice: o que gerou o sucesso da sua campanha?  Finho: a credibilidade do produto e do artista que ela representava. Candice: o que fez para divulgar sua campanha?  Finho: usei as redes sociais e o cadastro da campanha financiamento coletivo anterior. Na Kickante, o mailing dos contribuidores da campanha é todo seu! Ao final, basta fazer o download da planilha e utilizá-la em futuras ações =) Candice: o que teria feito diferente?  Finho: gostaria de ter tido a oportunidade de divulgar mais a campanha; não tive por problemas pessoais 🙁 Candice: qual a maior lição que ficou com sua campanha?  Finho: é possível, sim, tirar sua ideia do papel. Ou colocá-la! Candice: algo mais que deseje falar/salientar  Finho: VAMOS KICKAR!!! Também quer realizar seus projetos? Crie sua campanha para arrecadar fundos conosco! A Kickante se destaca pela tecnologia e inovação como site de financiamento coletivo! Se você ficou animado para lançar seu livro, acesse o nosso site e saiba todas as vantagens de viabilizá-lo independentemente, com o apoio de seus fãs! Quero criar um crowdfunding
Candice PascoalQual é a Boa do Crowdfunding
Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista Nina Pará

Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista Nina Pará

Neste “Qual é a Boa do Crowdfunding”, conversei com baterista Nina Pará que criou uma campanha financiamento coletivo para viabilizar a gravação de seu disco solo e acabou conseguindo muito mais do que esperava! E não estou me referindo ao valor de arrecadação de R$ 8.160,00 não. Nina conta que, além da felicidade pela meta superada, sentiu-se também muito querida ao receber tantas contribuições e que agora possui muito mais confiança em seu trabalho. Viu? Crowdfunding é muito mais do que arrecadar fundos! =) ​​ Quero criar um crowdfunding   Confira a entrevista! Candice: Por que crowdfunding? Nina: Eu me programei para gravar meu disco em 2014 e percebi que eu conseguiria fazê-lo, mas por conta da minha verba disponível ser curta, provavelmente teria que fazer um financiamento no banco para custear o estúdio, mixagem e masterização. Como eu já tinha participado de uma outra vaquinha virtual com a minha banda Crats, resolvi tentar novamente esse método, e graças a Deus deu certo! Candice: Qual o resultado da sua campanha? Nina: O resultado foi muito positivo, atingi minha meta e ainda ultrapassei ela em 26%. Fiquei muito feliz e surpresa com isso. Candice: Esperava que tantas pessoas se identificassem com o seu projeto?  Nina: Eu me surpreendi positivamente com o número de pessoas que aderiram ao financiamento coletivo. Mesmo aquelas que não tiveram condições de contribuir, me ajudaram divulgando o projeto. Candice: Que benefícios esta arrecadação gerará para você ou para as pessoas ao seu redor? Nina: A vaquinha pagou a produção do meu disco. Isso me ajudou MUITO! Além disso, me sinto mais confiante com meu trabalho, percebi que tenho bastante credibilidade com meu público. Candice: O que achou da experiência na Kickante? Nina: Gostei demais do site de vaquinha online Kickante. Tudo muito organizado, pensamento sempre positivo e voltado para atingirmos nossa meta. Me orientaram muito bem em como divulgar meu projeto. Sempre fui super bem atendida quando enviei dúvidas por email ou até por telefone. Agradeço muito toda a equipe da Kickante. Candice: Como foi a experiência de crowdfunding para você? Nina: Foi muito positiva. Me senti muito querida em receber tantas contribuições. E também tenho muito mais responsabilidade em devolver para os contribuintes recompensas de qualidade e um disco muito bem produzido e tocado. Candice: Defina sua experiência conosco em 3 adjetivos; Nina: Otimismo, persistência e organização Candice: O que gerou o sucesso da sua campanha? Nina: Acredito que foram meus vídeos, gravados como se estivesse conversando com as pessoas. Usei as minhas palavras, fui eu mesma. ​​ Quero criar um crowdfunding   Candice: O que fez para divulgar sua campanha? Nina: Os videos falando sobre o crowdfunding, de forma natural. Divulgação de facebook e twitter. Além disso, toda semana gravava um novo vídeo já agradecendo os nomes daqueles que contribuíram. Candice: O que teria feito diferente? Nina: Acredito que nada! Candice: Qual a maior lição que ficou com sua campanha? Nina: Acredite no seu sonho e vá atrás dele. Se você não acreditar em você, ninguém vai acreditar. E você, também que realizar seus sonhos? Então, crie a sua campanha nas plataformas de crowdfunding e comece a arrecadar fundos hoje mesmo. Aproveita, é gratuito, só cobramos a nossa taxa administrativa quando você começar a arrecadar! Até a próxima!
Candice PascoalQual é a Boa do Crowdfunding
Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista Social Media Day Poa

Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista Social Media Day Poa

Conversamos com Deb Xavier, criadora da campanha financiamento coletivo Jogo de Damas apresenta Social Media Day POA cujo objetivo era viabilizar o Social Media Day – Mashable, um evento para 200 pessoas que aconteceu no dia 20 de julho em Porto Alegre. O Jogo de Damas é um grupo de mulheres empreendedoras e experts em negócio. É tudo feito por mulheres, para mulheres. E elas já realizaram eventos em 7 estados brasileiros e impactaram mais de 100.000 mulheres! ​​ Quero criar um crowdfunding   A vaquinha virtual superou a meta, arrecadou R$ 14.285,00 e recebeu diversos comentários inspiradores, assim como este: Confira a entrevista! Candice: Por que crowdfunding? Deb: Meu evento era sobre mídias sociais e negócios. Achei que seria conceitual financiar o evento em plataformas de crowdfunding. Além disso, pouco antes de lançar a vaquinha eu li os resultados do segundo Gender-GEDI (único índice global que mensura a atuação de mulheres empreendedoras no mundo) e aprendi que crowdfunding é a forma de financiamento de negócios e projetos com maior participação feminina. Gostei de reforçar isso através da campanha. Candice: Qual o resultado da sua campanha? Deb: Ultrapassamos nosso objetivo, que era arrecadar fundos para produzir o evento. Ficamos bastante satisfeitas! Candice: Esperava que tantas pessoas se identificassem com o seu projeto? Deb: Eu trabalho com mulheres já faz tempo, então tinha uma rede construída já. Por entender do assunto eu já sabia da identificação por parte das pessoas. Candice: Que benefícios esta arrecadação gerará para você ou para as pessoas ao seu redor? Deb: Nós produzimos um evento para discutir mídias sociais e negócios trazendo mulheres que atuam na área. A maioria dos eventos de negócios tem palestrantes homens, a gente trouxe apenas mulheres para o palco – criar esse exemplo é bom para homens e mulheres. Também estamos finalizando o ebook do evento, com o conteúdo que foi passado por lá. Esse livro ficará à disposição de todos. Candice: O que achou da experiência na Kickante? Deb: Nunca tinha feito financiamento coletivo antes! Foi bem legal começar já com um projeto bem sucedido! ​​ Quero criar um crowdfunding   Candice: Como foi a experiência de crowdfunding para você? Deb: Gostei bastante. Eu tenho uma rede interessante de pessoas e contatos e gostei de trabalhar colaborativamente. Candice: Defina sua experiência conosco em 3 adjetivos; Deb: divertido, instrutivo e colaborativo Candice: O que gerou o sucesso da sua campanha? Deb: Acho que o fato de eu já trabalhar com o assunto e já ter um público cativo. Candice: O que fez para divulgar sua campanha? Deb: Fiz pouca coisa – divulguei no facebook e trabalhei com parceiros. Com certeza existe muitas opções de crowdfunding social para serem exploradas! Candice: O que teria feito diferente? Deb: O evento tinha data marcada para coincidir com o final da vaquinha solidária, Assim eu trabalhava a campanha e paralelamente produzia o evento. Foi difícil fazer os dois ao mesmo tempo. Candice: Qual a maior lição que ficou com sua campanha? Deb: Criar algo relevante e ter um público interessado é fundamental para o sucesso de qualquer proposta. Candice: Algo mais que deseje falar/salientar Deb: Ah! Escolhi a Kickante por terem uma fundadora mulher. Conheço outras plataformas de crowdfunding, mas queria reforçar nosso compromisso com a atuação empreendedora feminina. E você, também tem algum evento que queira tirar do papel? Crie já a sua vaquinha online e faça acontecer! Campanha financiamento coletivo é ótimo, pois é uma forma de você avaliar a aceitação do público em relação ao seu projeto. Se a sua campanha de arrecadação for bem sucedida, provavelmente, o seu projeto será um sucesso! 😉 Deixe seu comentário e até a próxima!
Candice PascoalQual é a Boa do Crowdfunding
Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista Projeto Quilombo Solar

Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista Projeto Quilombo Solar

Conversamos com Vânia Stolze, da equipe do Projeto Quilombo Solar, sobre a vaquinha solidária que realizaram em março/abril deste ano. A campanha visava arrecadar fundos para a instalação do primeiro sistema de energia solar para geração de eletricidade na comunidade do Quilombo do Grotão, em Niterói – RJ. Uma comunidade criada na década de 20 e que, desde então, vem lutando pelas causas socio-ambientais e culturais da cidade. Eles optaram pelo crowdfunding, pois queriam transformar seu projeto em realidade a partir da iniciativa popular. E conseguiram! Arrecadaram R$ 10.360,00 para financiar seus projetos! ​​ Quero criar um crowdfunding   Veja o que o pessoal do Projeto Quilombo Solar achou da vaquinha: Candice: Por que crowdfunding? Vânia Stolze: Por ser uma das melhores ferramentas de mobilização on line; Candice: Por que arrecadar fundos? Vânia Stolze: Para dar legitimidade ao projeto e fazê-lo acontecer à partir de uma iniciativa popular; Candice: Qual o resultado da sua campanha? Vânia Stolze: Muito boa, conseguimos alcançar nossa meta de R$ 10.000,00! Candice: Pontos fundamentais do sucesso, qual estratégia usou para o sucesso da campanha: Vânia Stolze: Minha estratégia pessoal foi postagens diárias e compartilhamento com amigos e páginas afins. Durante o evento de inauguração, agradeci publicamente por sua atenção e informei aos presentes que as plataformas de crowdfunding são um sucesso no exterior e que precisam ser usadas e acreditadas por nós, brasileiros. Espero que a Kickante continue crescendo com o belo trabalho que vem desenvolvendo! Candice: O que achou da experiência na Kickante? Vânia Stolze: Muito boa; Candice: Como foi a experiência de crowdfunding para você? Vânia Stolze: Uma experiência valiosa para a curva de aprendizagem dos envolvidos nesse projeto de financiamento coletivo; ​​ Quero criar um crowdfunding   Candice: Defina sua experiência conosco em 3 adjetivos; Vânia Stolze: Rapidez, Abrangência, Qualidade do serviço; Candice: Defina sua experiência com crowdfunding em 3 adjetivos; Vânia Stolze: Aprendizado, Sofrimento, Esperança; Candice: Algo mais que deseje falar/salientar Vânia Stolze: Minha observação pessoal é de que os envolvidos precisam trabalhar de forma harmônica, rápida, organizada e com foco na captação através de contato pessoal direto, indireto e veiculação massiva do projeto. Se você também quer começar ou continuar com seus projetos sociais, mas não possui dinheiro, crie a sua campanha financiamento coletivo e conte com a contribuição de várias pessoas! Dúvidas? Fale conosco! Te ajudaremos com dicas e apoiaremos a criação da sua vaquinha virtual. Até a próxima!
Candice PascoalQual é a Boa do Crowdfunding
Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista Banda Slasher

Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista Banda Slasher

Muitos artistas, novos e também já há algum tempo na estrada, veem no crowdfunding a chance de viabilizar seus projetos. Seja shows, CDs, DVDs e também clipes, como fez o Slasher, uma das bandas que mais cresce no cenário thrasher nacional. Eles lançaram seu quinto videoclipe, para a faixa “Final Day” do álbum “Katharsis”, cuja verba foi viabilizada via vaquinha online na Kickante. ​​ Quero criar um crowdfunding   Confira a entrevista e veja o que o pessoal do Slasher achou da campanha financiamento coletivo Clipe Final Day – Slasher. Candice: Por que crowdfunding? Ricardo: Na verdade, sempre foi uma opção de captação de recursos, mas pouco organizada, a ajuda era informal até ganhar essa roupagem, um pouco mais promocional e focada na importância de realizar a ação, apelando para pessoas além da rede de contatos, no nosso caso da banda. Candice: Por que arrecadar fundos? Ricardo: Nosso país é pouquíssimo estruturado quanto a políticas públicas, e artistas que estão fora do circuito de mídia não tem como viabilizar suas ações, crescer e difundir seu trabalho exclusivamente com o trabalho da sua arte. Sobra então a possibilidade de bancar seu trabalho com outros trabalhos, no setor formal em áreas distintas, mas conforme seu trabalho ganha corpo a necessidade de investimento aumenta em proporção diferente da sua importância artística e isso faz com que precise de mais recursos, por isso essa necessidade de arrecadar dinheiro online. Candice: Qual o resultado da sua campanha? Ricardo: O resultado foi muito positivo, conseguimos finalizar as filmagens de um clipe para a banda Slasher num formato muito interessante que acreditamos que vai nos ajudar a dar um salto dentro do segmento! Veja abaixo o clipe do Slasher! Candice: O que achou da experiência na Kickante? Ricardo: Gostamos muito. Candice: Como foi a experiência de crowdfunding para você? Ricardo: Achei muito legal, não esperava tanta adesão. ​​ Quero criar um crowdfunding   Candice: Defina sua experiência conosco em 3 adjetivos; Ricardo: Tranquila, Atenciosa, Prática; Candice: Defina sua experiência com crowdfunding em 3 adjetivos; Ricardo: Forte, Inovadora, Feliz E você, também quer deslanchar com sua Banda? Então, crie o seu financiamento coletivo para arrecadar fundos para seus projetos já! Espero que tenham gostado, deixe seu comentário 😉
Candice PascoalQual é a Boa do Crowdfunding
Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista A Nova Aventura do Aú

Qual é a Boa do Crowdfunding: Entrevista A Nova Aventura do Aú

Conversamos com Lica de Souza e Flavio Luiz, criadores da campanha de crowdfunding Ajude a Nova Aventura do Au a Virar Realidade que obteve 100% de sua meta e arrecadou R$ 38.120,00 para o lançamento de sua História em Quadrinhos, Au o Capoeirista. Uma campanha para arrecadar dinheiro, com um layout ilustrativo e bem atrativo para o usuário que, certamente, contribuiu bastante para o sucesso da campanha. Os criadores colocaram diversas imagens de HQs, além do vídeo de apresentação com o próprio Flávio desenhando o Aú e pedindo a colaboração (como falamos, campanhas com vídeos de apresentação arrecadam muito mais do que campanhas sem vídeos)   Confiram a entrevista! 😉 Candice: Por que crowdfunding? Lica: Porque tivemos conhecimento de casos bem sucedidos. Tínhamos inscrito nosso projeto na Lei Rouanet e ele foi aprovado. Mas, após um ano meio de aprovação não conseguimos um patrocinador. Nesse momento surgiu o convite do pessoal do Kickante e resolvemos apostar. ​​ Quero criar um crowdfunding   Candice: Por que arrecadar fundos? Lica: Trabalhar com cultura é muito difícil, não apenas em nosso país, mas em todos os lugares do mundo. O álbum #1 do Aú foi um sucesso, mas somos uma editora de 2 pessoas, tentando sobreviver em um mercado difícil e que precisa de investimento constante. As vendas do Aú #1 não foram suficientes para arrecadar fundos para o segundo álbum, até porque no meio do caminho investimos o que ganhamos na publicação de um outro título de Flávio. O Cabra, uma graphic novel sobre um cangaceiro futurista. Como o desejo de continuar criando e lançando títulos falou mais alto, decidimos tentar o financiamento coletivo.   Candice: Qual o resultado da sua campanha? Lica: Conseguimos atingir o objetivo e até passamos um pouco. Foi uma luta, mas conseguimos. O que nos deixou muito felizes. Candice: O que achou da experiência na Kickante? Lica: O pessoal da Kickante foi ótimo em todos os aspectos. Nos deu todo o suporte possível e incentivou durante toda a vaquinha virtual. Candice: Como foi a experiência de crowdfunding para você? Lica: É desgastante. Você tem de ficar 100% focado na campanha. Tem que ser feito com total dedicação. Além de pedir a ajuda de amigos e fãs trocamos uma boa parte do que arrecadamos em trabalhos futuros. Candice: Defina sua experiência conosco em 3 adjetivos; Lica: Gratificante, estimulante e emocionante.     Candice: Defina sua experiência com crowdfunding em 3 adjetivos; Lica: Desgastante, emocionante e satisfatória. ​​ Quero criar um crowdfunding   Candice: Algo mais que deseje falar/salientar Lica: O pessoal da Kickante é maravilhoso. Recomendamos a todos fazerem vaquinha online com eles. Candice: Pontos fundamentais do sucesso, qual estratégia usou para o sucesso da campanha: Lica: Uma grande e leal rede de amigos e prêmios realmente convidativos. Crowdfunding é assim, super democrático! Qualquer pessoa que necessite de fundos para inciar seu projeto pode criar a sua campanha financiamento coletivo com a Kickante.
Candice PascoalQual é a Boa do Crowdfunding

+ 2 milhões

de brasileiros participando na Kickante

+ 100 mil projetos

São milhões de brasileiros impactados!

Grandes captações

Técnicas americanas que dão muito certo!

Pagamento facilitado

Técnicas americanas que dão muito certo!

Receba fácil e rápido!

Receba valores antes da campanha terminar!

Painel Transparente

Veja o status real de toda contribuição.

Meta do Ano:

1bi para o Brasil!


Tem um sonho, mas não sabe se pode vivê-lo?

Receba inspiração e dicas de uma das maiores realizadoras de sonhos do nosso país.